― Advertisement ―

spot_img

Bolsa Família: pagamentos continuam nesta quarta-feira (22)

Nesta quarta-feira, 22 de maio, a CAIXA realiza o pagamento do Bolsa Família para os beneficiários com o Número de Identificação Social - NIS,...

MIDR reconhece a situação de emergência em sete cidades gaúchas

O Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), por meio da Defesa Civil Nacional, reconheceu, nesta segunda-feira (6), a situação de emergência em sete municípios gaúchos. A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). Confira aqui [PORTARIA Nº 1.374, DE 3 DE MAIO DE 2024 – DOU – Imprensa Nacional<\/a>].

Afetadas por chuvas intensas, as cidades de Ametista do Sul, Cacequi, Cerro Grande, Jaguari e Maximiliano de Almeida entraram na lista, assim como o município de Canguçu, atingido por vendavais.

Por fim, a cidade de Tuparendi também foi contemplada porque enfrenta um surto de doenças infecciosas virais provocado pelo aumento significativo dos casos de dengue.

Os reconhecimentos de situação de emergência publicados nesta segunda não estão relacionados ao atual desastre natural no Rio Grande do Sul.

Como solicitar recursos

Cidades com o reconhecimento federal de situação de emergência ou de estado de calamidade pública podem solicitar ao MIDR recursos para ações de defesa civil. A solicitação pelos municípios em situação de emergência deve ser feita por meio Sistema Integrado de Informações sobre desastres<\/a>. Com base nas informações enviadas nos planos de trabalho, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada portaria no DOU com o valor a ser liberado.

Capacitações da Defesa Civil Nacional

A Defesa Civil Nacional oferece uma série de cursos a distância para habilitar e qualificar agentes municipais e estaduais para o uso do S2iD. As capacitações têm como foco os agentes de proteção e defesa civil nas três esferas de governo. Confira aqui a lista completa dos cursos<\/a>

Fonte: MIDR

Imagem: MIDR/DivulgaçãoImagem: MIDR/Divulgação