― Advertisement ―

spot_img

Covid-19: nova vacina começa a ser aplicada em PE

Assim como o vírus da gripe vai sofrendo mutações ao longo do tempo, o Sars-CoV-2, que causa a Covid-19, também. Por isso, a cada...

MAES: duas novas exposições apresentam a diversidade da arte contemporânea a partir da próxima terça-feira (19)

Parte da obra “O Inquilino”, de Júlio Tigre. Foto: divulgação.

O Museu de Arte do Espírito Santo Dionísio Del Santo (Maes) abre, na próxima terça-feira (19), às 17 horas, duas novas exposições que promovem a reflexão e a discussão sobre arte e cultura. Intituladas “O Inquilino”, de Júlio Tigre, e “Abrigar-se – Novas Incorporações”, as exposições reúnem obras de artistas contemporâneos na Sala Permanente de Exibição do Acervo do próprio Maes. A entrada é gratuita.

Retrospectiva das edições do projeto de mesmo nome realizadas nos anos 2005, 2006 e 2010, “O Inquilino”, de Júlio Tigre, é uma série de imagens que retratam as ocupações urbanas focadas em residências privadas que se encontram fechadas ou inativas na característica urbana da cidade de Vitória. No decorrer da exposição, uma nova residência será ocupada pelo artista. Esta quarta edição do projeto propõe levar para o museu todo e qualquer aspecto referente ao imóvel que será produzido durante a estadia na residência.

A exposição “O Inquilino” é realizada com recursos do Fundo de Cultura do Estado do Espírito Santo (Funcultura), por meio do Edital nº 17/2021 – Seleção de Projetos Culturais Setoriais de Artes Visuais, da Secretaria da Cultura (Secult).

Já na exposição “Abrigar-se – Novas Incorporações”, o Museu pretende ampliar a sala do acervo permanente de exibição com obras de oito artistas contemporâneos de abrangência nacional, em colaboração com a OMA Galeria, instituição de São Bernardo do Campo, em São Paulo.

Reconhecida por representar artistas jovens e emergentes, a galeria tem expandido a presença em diferentes espaços e circuitos da arte contemporânea. Os artistas que representam têm suas obras incorporadas em acervos de instituições em todo o país, como a Pinacoteca do Estado de São Paulo, Museu de Arte do Rio (MAR), Museu de Arte Moderna (MAM), Museu Nacional de Belas Artes e Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB).

Obra "Voo Profissional" de Renan Marcondes. Foto: divulgação.Obra “Voo Profissional” de Renan Marcondes. Foto: divulgação.

Os artistas presentes na exposição são Andrey Rossi, Carla Duncan, Fernanda Figueiredo, Júlio Vieira, Marlene Stamm, Nario Barbosa, Renan Marcondes (foto) e Thiago Toes.

Sala Permanente de Exibição do Acervo do Maes

Em fevereiro de 2022, a gestão do Museu de Arte do Espírito Santo, o Maes, marcou um novo capítulo ao inaugurar a Sala Permanente de Exibição do Acervo, como parte da política contínua de ampliação do acesso público. Importantes coleções do Maes, como de Dionísio Del Santo, Elpídio Malaquias, Nice Avanza, entre outros, encontraram na sala um espaço vital para manter um diálogo constante com o público, outras instituições e artistas. Os acervos estão divididos em:

Acervo Permanente: estabelece a visão de que a coleção de obras de arte do Maes permaneça continuamente em exposição, marcando a abertura constante do museu, em seu compromisso com a difusão, formação e educação.

Acervo em Diálogo: é a proposta para conectar o acervo a outras instituições e artistas, aproximando a coleção do museu dos debates contemporâneos no campo da arte.

No contexto dos 25 anos do Maes, a instituição, reconhecida como uma das principais em arte moderna e contemporânea no Estado, passa por uma revisão histórica de suas atividades e interseções com as áreas da arte, cultura e educação. Nesse movimento, torna-se fundamental a atualização dos acervos, seja em exposições pontuais ou permanentes.

Serviço:

Abertura das exposições “Inquilino”, de Júlio Tigre, e “Abrigar-se”, do acervo do Maes

Quando: 19/03 (terça-feira)

Horário: das 17h às 20h

Local: Museu de Arte do Espírito Santo Dionísio Del Santo (Maes), Avenida Jerônimo Monteiro, 631, Centro de Vitória.

Entrada gratuita

Visitação: de terça a sexta, das 10h às 18h; sábados, domingos e feriados, de 10h às 16h

“Inquilino” – aberta até o dia 26 de maio

“Abrigar-se” – aberta até o dia 26 de agosto