― Advertisement ―

spot_img

Colatina: mulher é morta e adolescentes são baleadas por falsos policiais

Uma mulher de 39 anos, identificada como Katiany Ferreira Will, foi assassinada a tiros na madrugada desta terça-feira (21), após dois suspeitos encapuzados arrombarem...

Liminares restabelecem licença de operação de minas da Vale

A Vale S.A. informa que obteve decisões liminares pela 1ª Vara Cível de Canaã dos Carajás e Vara Cível de Ourilândia do Norte, reestabelecendo as Licenças de Operação das minas de Sossego e de Onça Puma. A Companhia reitera seu compromisso de manter diálogo com as autoridades competentes. 

As duas operações haviam sido suspensas por determinação da SEMAS (Secretaria de Meio Ambiente) do Pará, que alegou irregularidades para adotar a medida. Localizada em Canaã dos Carajás, a mina de Sossego é a primeira operação de cobre na Vale no mundo e atualmente encontra-se em processo de exaustão, mas a companhia pensa em utilizar as instalações para processar minério de cobre obtido em outras minas que nas proximidades, sob controle da Vale. A mina foi inaugurada em 2004 com uma capacidade de produção de 140 mil toneladas/ano de concentrado.

Onça-Puma, localizada no município de Ourilândia do Norte, é a única operação de níquel da Vale no Brasil e atualmente está passando por um projeto de expansão, com a instalação de um novo forno, de 85 megawatts, com investimento estimado em US$ 560 milhões. O projeto deve adicionar mais 15 mil toneladas/ano de produção de níquel contido em ferro-níquel a partir do segundo semestre de 2025.

Foto: Divulgação/Brasil MineralFoto: Divulgação/Brasil Mineral