― Advertisement ―

spot_img

Covid-19: nova vacina começa a ser aplicada em PE

Assim como o vírus da gripe vai sofrendo mutações ao longo do tempo, o Sars-CoV-2, que causa a Covid-19, também. Por isso, a cada...

Governo do Estado sanciona lei que reconhece soltura de pipa como esporte

O governador do Estado, Renato Casagrande, sancionou, nessa terça-feira (27), a Lei n° 12.035, que reconhece a soltura de pipa como esporte no Espírito Santo. A sanção da lei foi publicada no Diário Oficial do Estado e também estabelece as regras para a prática.

A nova lei em vigor prevê que a soltura de pipas deverá ser praticada em local aberto, distante de redes elétricas e de telefonia. As linhas utilizadas nas pipas deverão ser compostas exclusivamente de algodão, em cor visível. Os praticantes da modalidade passam a ser denominados “pipeiros”.

A pipa é um brinquedo tradicional que faz parte da cultura brasileira há séculos. Apesar de a prática ser uma ótima forma de socialização e proporcionar diversos benéficos à saúde, a atividade ainda é motivo de preocupação devido ao uso ilegal de cerol nas linhas. O reconhecimento da soltura de pipa como modalidade esportiva contribui para a promoção da prática de forma segura, tanto para os pipeiros quanto para a população de forma geral, além de contribuir na preservação da tradição.

“A soltura de pipa faz parte da nossa identidade cultural e a nova sanção é um marco histórico. Já existem outros estados que também reconhecem a pipa como esporte, além dos campeonatos que já são organizados. A brincadeira já foi motivo de grande preocupação pelo uso do cerol e acredito que a regulamentação é um passo importante para incentivar a prática de forma segura tanto para os praticantes quanto para a população”, destacou o secretário de Estado de Esportes e Lazer, José Carlos Nunes.