― Advertisement ―

spot_img

Soja: produtores já podem se preparar para semeadura

Os agricultores que seguem as recomendações do Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC) — estudo que identifica regiões e épocas de menor risco climático para...

‘Dia S’: dia de mobilização nacional para busca ativa de Sarampo e Rubéola é nesta quinta-feira (14)

Em Resolução Tripartite, com a participação do Ministério da Saúde, secretarias estaduais e municipais, definiu o período entre 14 e 24 de março deste ano para a realização de ações de busca ativa de casos suspeitos de sarampo e rubéola. O dia de mobilização nacional acontece nesta quinta-feira (14).

A busca ativa é uma estratégia que visa a identificar a ocorrência de casos suspeitos que, por motivos distintos, não acessaram o sistema de saúde ou não foram detectados pelo sistema integrado de vigilância do Sarampo e Rubéola.

Sua operacionalização será por meio da busca de casos suspeitos em atendimentos dos serviços de saúde entre os dias 13 de fevereiro e 13 de março e diariamente no período entre esta quinta-feira (14) e próximo dia 24 de março, durante a rotina dos serviços de saúde e dispositivos comunitários, como domicílios, presídios, asilos.

Esta ação, segundo a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, Danielle Grillo, tem ainda mais importância devido ao cenário de epidemia de dengue no Estado, uma vez que tem o objetivo consolidar evidências da não circulação dos vírus destas duas doenças.

“É uma forma de validar que não temos mesmo os vírus circulando no Estado, uma vez que por causa da epidemia da dengue, muitos casos podem ser confundidos, devido às semelhanças de alguns sintomas”, reforçou.

O sarampo e a rubéola são doenças virais de alto contágio e que podem ser prevenidas por meio da vacina. O Sarampo é considerado ainda uma doença infecciosa grave e que pode levar à morte.

No Espírito Santo, até a semana epidemiológica 09 (até o dia 02 de março), a Secretaria da Saúde (Sesa) notificou dois casos suspeitos de Rubéola e nenhum confirmado. Em 2023, foram 10 casos suspeitos e nenhuma confirmação.

Em relação ao Sarampo, até a SE09 foram notificados cinco casos suspeitos de Sarampo e nenhum confirmado. Em 2023, foram 48 casos suspeitos e nenhuma confirmação. O último ano de confirmação da doença no Estado foi em 2019, com quatro casos importados (caso confirmado de uma pessoa que viajou para outro país ou estado onde o vírus do sarampo estava circulando e retornou doente ao Espírito Santo).