― Advertisement ―

spot_img

Caminhada no centro de Barra de São Francisco contra exploração sexual infantil

Dentro da programação do Maio Laranja, movimento que visa o combate ao abuso sexual infantil, aconteceu nesta, quarta-feira (15), às 9h, uma caminhada do...

Seminário Pedagógico reúne centenas de profissionais de educação em Barra de São Francisco

Mais de 250 profissionais de educação da Secretaria de Educação de Barra de São Francisco participaram, na manhã desta quinta-feira, 1º, do Seminário Pedagógico de Abertura do Ano Letivo, no Cerimonial Bressiani, na Rua Mineira e assistiram à palestra do professor de Educação Física Márcio Tonelli Bernardes, de São Paulo, que abordou o tema “Motivação: a volta às aulas com entusiasmo”. 

 

O evento foi aberto pelo secretário municipal de Saúde, Elcimar de Souza Alves, que representou o prefeito Enivaldo dos Anjos, junto com o controlador geral da prefeitura, Wanderson Melgaço.

Alves destacou que a educação teve um processo de evolução muito grande e, agora, no nosso tempo, exige muito mais do profissional. “Professor não é aquele que ensina só português e matemática mais, ensina lições de vida, com isso o professor está moldando o cidadão do futuro. Estamos vivendo uma fase de comunicação que, infelizmente, a internet está tornando a população um pouquinho burra, as pessoas não estão preparadas para lidar com internet. Nós tomamos vacina a vida toda, mas a internet começou a dizer que a vacina mata, e tem pais, tem gente acreditando. Então, qual o desafio da gente nesse momento, enquanto processo educacional mudar esses conceitos. A gente precisa acreditar na ciência, a gente precisa acreditar nos valores da educação e vocês têm o papel fundamental de moldar a vida de centenas, milhares de crianças, até o final da carreira de vocês. Deixo aqui o agradecimento do prefeito municipal por todo o trabalho que a educação já tem feito no município pelos avanços que a educação vem conquistando ao longo dos anos e por tudo que ainda podemos conquistar ao longo dos anos”, disse o secretário.  

A secretária municipal de Educação, Delma do Carmo Ker e Aguiar, falou em seguida e fez questão de apresentar os novos professores – foram contratados recentemente mais de 100 novos docentes – aos mais antigos. Em seguida apresentou, em slides, um pouco dos desafios que esperam os professores e diretores, relatando que a Semed terá este ano 31 escolas e cerca de 5,4 mil alunos no campo e na cidade.

Delma apresentou um novo projeto “Com afeto a gente aprende melhor”, que pretende trabalhar aspectos como ‘acolhimento, diagnóstico e nivelação, em busca de alunos mais preparados. O projeto, de acordo com a secretária tem objetivo específico de preparar a transição dos alunos dos anos iniciais do ensino fundamental, particularmente o 6ª ano, para os anos finais.

A secretária disse ainda que para construir uma sociedade mais justa é precisar trazer a tecnologia para trabalhar a favor da educação. Citando o pensador russo Lev Tolstoi, ela disse que ‘muitas pessoas passam por um bosque e só enxerga a lenha para queimar’.

A partir daí Delma destacou que os profissionais de educação precisam aprender e ensinar aos estudantes a apreciar a paisagem, contemplar cada momento e cada situação vivida.

Palestra emocionou e divertiu

A hora mais esperada do seminário, a palestra do professor de Educação Física Márcio Tonelli Bernardes, trouxe muita emoção e diversão aos profissionais de educação presentes.

A brincadeira foi o fio condutor da atividade motivacional do palestrante, que é pós-graduado em jogos cooperativos.

A programação teve por objetivo facilitar a interação entre os profissionais por meio de situações facilitadoras.

Depois de duas semanas, as pessoas se lembram de 10% do que leem, 20% do que ouvem e 30% do que veem. Mas se recordam de 90% do que falam e fazem”, comenta Bernardes, recorrendo a uma frase de Albert Einstein para reforçar a importância do brincar.  “É a forma mais elevada de pensar, porque ativa dezenas de competências.”

“Se a motivação é interna e pessoal, é preciso compatibilizar o ritmo dos diferentes indivíduos, definir estratégias e garantir o entrosamento para que o jogo aconteça – em última instância, o trabalho a ser executado. O ato de brincar age como um elemento facilitador,” frisa o professor, que disse ter gostado muito de estar em Barra de São Francisco e interagir com os profissionais da Semed.