― Advertisement ―

spot_img

Carro bate em veículo estacionado e capota em Montanha

  Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que um carro bate de frente com outro veículo que estava estacionado, na rua José...

MP pede anulação de nomeação em concurso em Vitória por suspeita de fraude em cotas raciais

 

 

Prefeitura Municipal de Vitória (PMV) — Foto: André Sobral/PMV

Prefeitura Municipal de Vitória (PMV) — Foto: André Sobral/PMV

Por meio judicial, o Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) tenta anular a nomeação de um servidor público da Prefeitura de Vitória, que ocupa o cargo de médico veterinário, por suposta fraude ao sistema de cotas raciais em concurso municipal.

Uma Ação Civil Pública (ACP), com pedido de liminar, foi ajuizada pelo órgão estadual, segundo a 11ª Promotoria Cível de Vitória, por meio de nota.

“O MPES requer na ACP que o município anule os atos administrativos de nomeação e posse do servidor, em vaga direcionada à cota racial, para candidatos negros e indígenas. O caso segue em tramitação na Justiça”, disse em nota.

 

Fachada do Ministério Público Estadual, na Enseada do Suá, em Vitória — Foto: Ricardo Medeiros/A Gazeta

Fachada do Ministério Público Estadual, na Enseada do Suá, em Vitória — Foto: Ricardo Medeiros/A Gazeta

O Ministério Público destacou ainda que vem adotando as providências necessárias para obter as condenações, nos termos apresentados na ação.

A Prefeitura de Vitória foi questionada sobre quando o servidor foi nomeado e sobre as medidas que estão tomadas em relação ao caso. Em nota, a Secretaria Municipal de Gestão e Planejamento disse que o concurso e a nomeação do servidor não foram realizados na atual gestão.

“Todas as denúncias de irregularidades que chegam à administração municipal são apuradas seguindo as normas legais vigentes. A PMV acrescenta que, caso seja confirmada a denúncia de fraude, serão adotadas as medidas previstas em lei, que dispõem até a possibilidade de exoneração do cargo”, concluiu a administração municipal.