― Advertisement ―

spot_img

Bolsa Família: pagamentos continuam nesta quarta-feira (22)

Nesta quarta-feira, 22 de maio, a CAIXA realiza o pagamento do Bolsa Família para os beneficiários com o Número de Identificação Social - NIS,...

Incaper divulga desempenho da produção agropecuária no Espírito Santo

Está disponível no site da Biblioteca Rui Tendinha o documento que reúne dados detalhados da agropecuária no Espírito Santo. A publicação, intitulada “Desempenho da Produção Agropecuária no Espírito Santo”, traz em dados consolidados o cenário do segmento em suas multiculturas. O material pode ser acessado aqui.

O levantamento foi realizado por servidores do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). Nele, é possível observar dados, por exemplo, sobre a cafeicultura, fruticultura e olericultura; produção animal: bovinocultura, avicultura, suinocultura e aquicultura.

Uma das autoras do documento, a pesquisadora Edileuza Aparecida Vital Galeano, destaca na publicação o potencial do Espírito Santo para outras culturas, além do carro-chefe: o café.

O Espírito Santo não é apenas conhecido pela grande produção de café, pois também conta com uma produção expressiva de frutas, sendo o estado brasileiro maior produtor e exportador de mamão. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que a produção de banana passou de 187,5 mil toneladas, em 2010, para cerca de 400 mil toneladas, em 2022. A produção de cacau aumentou de 6,1 mil toneladas, em 2010, para 11,8 mil toneladas, em 2022.

Já a produção de tangerina passou de 17,3 mil toneladas, em 2010, para 30,9 mil toneladas, em 2022. A produção de uva passou de 1,6 mil toneladas, em 2010, para 3,2, em 2022. A produção de morango passou de 9,9 mil toneladas, em 2011, para 14,5 mil toneladas, em 2022. Outros produtos como pimenta-do-reino e gengibre também se destacam na produção e exportação. A produção de gengibre saltou de 8 mil toneladas, em 2010, para 59,5 mil toneladas, em 2022. A produção de pimenta-do-reino passou de 7,4 mil toneladas, em 2010, para 76,8 toneladas, em 2022.

A pesquisadora Edileuza Galeano ressalta também o desempenho na produção animal, com relevante produção entre bovinos e aves. “O Estado conta com uma produção expressiva desses animais e se destaca por ter o município com maior produção de ovos do Brasil [Santa Maria de Jetibá]”, frisou.

O abate de aves passou de 621 mil toneladas, em 2010, para 1,35 mil toneladas, em 2022. A produção de ovos de galinha saltou de 178,3 milhões de dúzias, em 2010, para 346 milhões, em 2022. A suinocultura também teve um bom desempenho: foram abatidos 13,8 mil toneladas de suínos, em 2010, e, em 2022, esse montante atingiu 25 mil, segundo dados do IBGE.


Acesse o conteúdo completo no site da Biblioteca Rui Tendinha.