― Advertisement ―

spot_img

Como escolher uma máquina de lavar roupa?

Na hora de escolher sua lavadora, alguns critérios essenciais devem estar no seu checklist  Escolher a máquina de lavar com o melhor custo-benefício para uma...

Dia das Mães: astrologia valoriza a maternidade e o vínculo com os filhos

Este ano, o Dia das Mães será celebrado no dia 12 de maio. A maternidade não é tarefa fácil, embora seja o sonho de muitas mulheres. Num misto de emoções, a relação entre mães e filhos é construída. A astrologia é capaz de ajudar a entender esse vínculo.

Profissionais da área apontam que no mapa astral, principal documento utilizado para a análise da posição dos astros do céu, é possível compreender mais sobre a geração e a criação de um filho e, também, a relação dele com a mãe.

A Lua, a casa quatro e a casa cinco são partes do mapa astrológico que auxiliam nesse entendimento. Para a astrologia, esses pontos falam da energia materna, que é algo que pode estar presente também nas mulheres que escolhem não gerar filhos. Neste caso, elas exercem a função de outras formas. 

Para encontrar o posicionamento desses elementos, basta fazer um mapa astral completo grátis em plataformas e sites relacionados ao assunto. O documento pode funcionar como uma ferramenta de autoconhecimento sobre outros assuntos além da maternidade, como relacionamentos, trabalho e vida financeira. 

Maternidade na astrologia 

A astróloga Cláudia Lisboa explica que, para a astrologia, a maternidade tem a ver com a energia que provém, ensina sobre as relações, é a matriz afetiva e o ponto de segurança. Dessa forma, as figuras maternas de uma família podem ou não ser representadas por uma mulher.

Essa energia maternal, que é o ponto de segurança e a base dos afetos, tem forte relação com a Lua, satélite natural da Terra. Quem já fez um curso para aprender astrologia sabe que esse astro é usado para fazer análises sobre os sentimentos de um indivíduo, mostrando a forma como ele se relaciona com outras pessoas. 

A Lua também pode ajudar a entender melhor como é a relação de uma pessoa com a maternidade. Ao lado dela, a quarta e a quinta casa do mapa astral permitem tornar a análise mais completa. 

Lua

Cláudia Lisboa explica que a Lua fala mais diretamente sobre a maternidade, pois sua função está relacionada ao cuidar e ser cuidado. Ao entender o posicionamento desse astro no mapa, é possível compreender como são criados os laços de intimidade, os vínculos e tudo aquilo que uma pessoa necessita para se sentir segura emocionalmente. 

Em relação à maternidade, a posição da Lua irá ajudar a compreender a forma como um filho percebe e vê a sua mãe. Cada pessoa apresenta a sua própria visão sobre a sua figura materna.

O signo lunar é o responsável por dizer como é essa percepção. Alguém com a Lua em Áries pode enxergar a mãe como uma pessoa mais ativa, corajosa e dinâmica. Enquanto alguém com a Lua em Aquário, pode ver a mãe como alguém visionária, humana e amiga. 

A posição da Lua também é responsável por mostrar como a pessoa exerce a sua maternidade. Profissionais da Astrologia Luz e Sombra explicam que, muitas vezes, a visão que um indivíduo tem sobre a sua mãe será similar à forma como ele irá exercer a sua energia maternal. 

Casa 4

A casa 4, segundo a astróloga Claudia Lisboa, está associada ao signo de Câncer, à Lua e ao elemento Água. A profissional explica que esse ponto do mapa tem um peso determinante na interpretação que sustenta quem uma pessoa é e as suas referências pessoais. 

A figura materna costuma ser aquela que alimenta, protege e sustenta desde o início e, por esse motivo, tem relação com a casa 4. O ponto também representa o lugar de onde as raízes de um indivíduo extraem todos os nutrientes necessários para se desenvolver e crescer de forma saudável, o que também está relacionado à figura materna. 

Casa 5 

A casa 5, segundo Claudia Lisboa, está associada ao signo de Leão e ao elemento Fogo, sendo regido pelo Sol. Esse setor do mapa tem forte relação com hobbies, autoestima, autoexpressão e, também, os filhos. 

Os elementos posicionados nesta casa podem dar orientações importantes sobre como será exercida a maternidade e a relação com os filhos (para quem os decide ter). Os signos ou planetas presentes nesse ponto do mapa podem auxiliar a identificar as características dos filhos e, ainda, como eles são criados.