― Advertisement ―

spot_img

Carro bate em veículo estacionado e capota em Montanha

  Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que um carro bate de frente com outro veículo que estava estacionado, na rua José...

Curso de Corte e Costura em parceria com o Senar tem início na Casa do Artesanato

Teve início nesta segunda-feira, 19, o curso de Corte e Costura ofertado pela prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego (Semdege) em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem (Senar).

Com uma carga horária total de 120 horas, o curso está sendo ministrado 8 horas por dia, de segunda a sexta-feira na Casa do Artesanato, localizado na entrada do Bairro Vila Gonçalves. A turma possui 15 alunas e a previsão é de que o curso siga até o dia 8 de março.

Segundo o secretário da Semdege, Guilherme Fernandes, houve outros cursos de corte e costura ao longo da atual administração e mais de 200 alunas já foram formadas neste período. “Nós estamos investindo no polo têxtil aqui no município, para estarmos atraindo investimentos de empresas e indústrias da área de costura. Nossa vizinha Mantena (MG), tem muitas fábricas de roupas e nós também podemos ter, porque já temos muitas lojas que saíram de Vargem Grande, estão vindo para cá e nós queremos aproveitar essa onda e formar em Barra de São Francisco, um polo de costura muito grande aqui”, destacou Fernandes.

O secretário lembrou que o curso foi aberto para a inscrição de homens e mulheres, porém, somente elas se inscreveram, porque gostam da área de costura, fazendo o que gostam, como uma futura profissão. “Além de ser uma qualificação profissional, também se torna uma terapia para elas e faz bem, porque elas gostam disso”, encerrou.

A professora do Senar que está ministrando as aulas, Marta Agnezi, destacou que um dos objetivos do curso é gerar renda para as alunas e suas famílias com este aprendizado. “Quanta economia a gente Faz dentro de um lar, quando a gente tem um aprendizado! Mesmo não saindo daqui 100%, o que elas aprenderem vão trazer renda para suas famílias. O objetivo do Senar é trazer renda para as famílias”, afirmou Agnezi.

As alunas ficaram animadas e gratas com a oportunidade da realização do curso e de se tornarem profissionais da costura. É o que afirmou a aluna Neila Rosa de Souza. “Quero agradecer a prefeitura por estar dando esta oportunidade aqui para a gente e é uma importância ímpar na vida da gente, porque oportunidade é uma vez só, temos que agarrá-la com força de vontade. Eu creio que será um curso muito bem elaborado pelo Senar. Vai ser um aprendizado muito grande para todos que estão aqui. Creio que sairemos daqui futuras costureiras” enfatizou Neila.

Com uma história de vida ao lado da máquina de costura, a aluna Erodila José Gomes criou e formou os filhos costurando e agora busca por mais aprendizado e pelo certificado que será entregue no final do curso. “Eu aprendi a costurar quando tinha 12 anos com a minha avó, tenho 30 anos de costureira e o meu sonho é dar curso de corte e costura, mas como eu não tenho o certificado, tenho que fazer o curso e me qualificar para formar outras pessoas. Eu gosto muito de costurar e criei meus três filhos na faculdade costurando. Agora vou ter meu sonho realizado e vou conseguir passar o que eu sei para outras pessoas. Por isso, eu agradeço ao prefeito que se esforçou para nos ajudar, porque este curso particular é muito caro e tem pessoas que não podem pagar, então isso é uma oportunidade para quem, por motivos financeiros, não podem aprender e ter uma profissão”, agradeceu ela.

Além deste curso, está sendo ministrado também, na antiga Câmara de Vereadores, o curso de eletricista. Uma parceria da prefeitura com o Senar e os Sindicatos, Rural e Patronal. Ao todo, já foram realizados 61 cursos nos três anos da atual administração.