― Advertisement ―

spot_img

Busca Ativa Escolar define ações intersetoriais entre Educação, Saúde e Assistência Social

 

As secretarias municipais de Educação, de Assistência Social e de Saúde, se reuniram na última segunda-feira (26) no auditório da Seme, para alinhar estratégias e ações da rede de proteção à criança e ao adolescente, a fim de otimizar o retorno dos estudantes que já são casos monitorados dentro da plataforma Busca Ativa Escolar.

Estiveram presentes parte dos integrantes do Comitê Gestor da Busca Ativa Escolar a secretária Municipal de Educação e técnicos da Seme, a secretária e a subsecretária de Assistência Social, representantes do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), a coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), a coordenadora da Atenção Primária à Saúde, além de representantes do Conselho Tutelar.

Segundo a coordenadora Operacional da Estratégia Busca Ativa Escolar, que é uma técnica pedagógica da Seme, durante o encontro, ficou instituído um cronograma de reuniões bimestrais do Comitê Gestor, com início previsto para o mês de abril, que tem como finalidade direcionar e monitorar as ações desenvolvidas. “A ideia é que possamos integrar o calendário da SEME ao do CRAS, que já realiza visitas às comunidades, facilitando a logística do Dia D da Busca Ativa Escolar”, explicou.

A intenção do Comitê é viabilizar a ampliação da participação das secretarias no Dia D da Busca Ativa Escolar, que ocorre todas as quintas-feiras de cada mês. Neste dia, a Seme disponibiliza um carro para transportar as equipes de campo nas visitas às famílias.
O Comitê Gestor da Busca Ativa Escolar foi instituído pelo decreto nº 16.860, de 01 de setembro de 2021. O Dia D da Busca Ativa Escolar foi criado em abril de 2022.

Estratégia Busca Ativa Escolar

A Busca Ativa Escolar foi desenvolvida pelo Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF), em parceria com a União de Nacional de Dirigentes Municipais de Educação (Undime), com o apoio do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, como estratégia para apoiar os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes, em idade escolar obrigatória, de 4 a 17 anos.

Dólar: moeda atingiu R$ 5,00