― Advertisement ―

spot_img

Copa Richarlison reúne centenas de jovens talentos e observadores de grandes times do Brasil

  Aconteceu no final de semana, a 2ª edição da Copa Richarlison de Futebol de Base. A competição contou com 48 equipes, nas categorias sub...

2023, o ano do 5G: implementação chegou a mais de 3 mil municípios; são mais de 140 milhões de brasileiros beneficiados

Em 2023, foi comemorado o marco de um ano da implementação do 5G no Brasil, um divisor de águas no âmbito da tecnologia de redes móveis, responsável por levar mais qualidade de vida para mais de 140 milhões de brasileiros. Com o salto na velocidade da internet móvel, houve redução do tempo entre o estímulo e a resposta da rede de telecomunicações (baixa latência); o aumento da quantidade de dispositivos conectados em uma determinada área; o incremento da quantidade de dados transmitidos por unidade de espectro eletromagnético; e a redução do consumo de energia, com consequente aumento da sustentabilidade.

“É claro que ainda passamos por locais em que a cobertura de internet não é tão boa, mas houve um avanço muito grande. Hoje eu consigo trabalhar de forma remota com muita facilidade”, pondera o publicitário Alan Costa, morador de Brasília (DF), onde foi instalada a primeira antena 5G no país. Assim como Alan, os moradores de cerca de 3 mil municípios – que contam com infraestrutura licenciada nas diversas faixas da tecnologia (700 MHz, 2,3GHz e 3,5GHz) ou estão com o cronograma de implementação antecipado – também foram beneficiados em 2023 com a tecnologia.

Além do DF, Alagoas, Rio de Janeiro, São Paulo e Ceará estão na lista de estados com maior cobertura pela tecnologia da quinta geração de redes móveis. No Ceará, por exemplo, o ano de 2023 levou o 5G Standalone, considerado “puro” e opera na faixa de 3,5GHz, para mais de 157 municípios, alcançando 62,84% da população com a cobertura da nova tecnologia. E outros 120 estão liberados/antecipados para receber o sinal.

Atento aos benefícios da implementação do 5G no país, o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, estabeleceu uma força-tarefa, montada desde janeiro de 2023, para acelerar a chegada da quinta geração de redes móveis nos estados e municípios nos últimos 12 meses. Segundo Juscelino, implementar a tecnologia de quinta geração no país é movimentar negócios em áreas como inteligência artificial, processamento de dados, metaverso, e-commerce, indústria, logística, transporte, saúde, educação e agronegócio.

“Nós atingimos a meta estabelecida para o primeiro semestre de 2023 antes do prazo final e trabalhamos para antecipar mais compromissos do Leilão do 5G. Precisamos entregar à população uma cobertura de banda larga móvel de qualidade e que alcance as regiões mais distantes do Brasil, cumprindo a prioridade estabelecida pelo presidente Lula de promover inclusão digital e social de todos os brasileiros”, afirma o ministro.

Leilão 5G

O leilão do 5G inaugurou uma nova era de conectividade no Brasil. Estabeleceu uma série de compromissos que precisam ser seguidos pelas operadoras vencedoras. Dentre eles está o investimento de R$ 3,1 bilhões para levar conectividade às escolas públicas de educação básica, com a qualidade e velocidade necessárias para o uso pedagógico. As rodovias federais que cortam o país também estão entre as prioridades e as operadores precisam atender 2.349 trechos de rodovia com 4G (totalizando 35.784 Km).

As autorizações para essa implementação ocorrem quando concluída a migração da recepção do sinal de televisão aberta e gratuita por meio de antenas parabólicas na banda C satelital para a banda Ku. O edital do Leilão do 5G também garantiu a contrapartida das operadoras vencedoras com a distribuição de kits para recepção aos cadastrados no CadÚnico – lista de beneficiários dos programas sociais do Governo Federal -, já que é necessário retirar as antenas antigas.

A liberação da faixa não implica na instalação imediata das redes do 5G nas localidades, pois, de acordo com o edital, os compromissos estão programados para vencer a partir de 2025. A instalação antecipada de estações do 5G nessas cidades depende do planejamento e interesse de cada prestadora.

FOTO ZACK STENCIL_5G LOGO_220929_2.JPG

(Foto: Zach Stencil/MCom)