― Advertisement ―

spot_img

Arroba do boi gordo inicia a segunda-feira (27) mais barata

O preço da arroba do boi gordo mantém a tendência de queda observada no mês de maio. No último fechamento, o valor do produto...

Mineração responsável propõe uso adequado de água

Essencial em todos os aspectos da vida e do desenvolvimento humano, a água é um bem muito precioso. Entretanto, desafios históricos como escassez, má distribuição e até mesmo ausência de saneamento básico nas comunidades, impõem um contexto adverso que impacta diretamente a qualidade de vida das pessoas. Porém é necessário reconhecer que transformar essa realidade é uma batalha que vem conquistando aliados.

A percepção do valor deste recurso influencia uma sociedade mais vigilante, movida por um propósito legítimo: reduzir os impactos ambientais.

Na Aura Minerals um dos nossos compromissos enquanto empresa é o cuidado com a comunidade e o meio ambiente, logo o manejo adequado da água está inserido de forma importante em todas as nossas ações. Estamos falando de uma rotina minerária, onde o recurso hídrico é inerente às nossas atividades. Ela é fundamental em todo o processo da cadeia produtiva do ouro e do cobre, incluindo as fases de processo físico, como desmonte de rochas, transporte, britagem e moagem, e processos químicos. Mas aqui a diferença está em como a água é tratada dentro de cada operação.

Movidos pelo compromisso de cuidar e zelar por tudo o que nos cerca, adotamos em nossa atividade práticas para amenizar as consequências das nossas ações ao meio ambiente. Investimentos em novos modelos para o manejo adequado da água e assim garantimos reaproveitamento de cerca de 92% da água captada em todas as minas em operação da Aura, no Brasil e no exterior. Para utilização hídrica consciente e responsável, assegurando assim o reaproveitamento de água em nosso processo produtivo e monitorando a qualidade dos efluentes.

Um fato que é imutável na mineração é que as operações ocorrem onde o minério está e nesta jornada encontrar, minerar e fornecer os mais importantes e essenciais minérios que permitam ao mundo e à humanidade criar, inovar e prosperar, nos desafiamos em regiões com cenários adversos e desafiadores, e que nos inspiram na busca de soluções sustentáveis e criativas como o Projeto Borborema, que está em fase de construção no município de Currais Novos, no Rio Grande do Norte, onde a água é um recurso escasso.

Buscando uma solução para a escassez hídrica, nos reinventamos e estruturamos algumas alternativas para esta restrição e chegamos na melhor solução para essa equação: a resposta estava nos efluentes líquidos produzidos na região.

Encontramos na água de reuso proveniente da rede de esgoto uma solução sustentável que vai trazer um resultado extremamente positivo para a comunidade e para o município, ao mesmo tempo em que vai viabilizar a operação do projeto Borborema. 

A solução é inovadora na mineração e foi estruturada através de parcerias com os órgãos responsáveis da região, onde vamos construir uma estação de tratamento para os efluentes oriundos do esgoto de Currais Novos que será destinado para a operação do projeto Borborema. Ou seja, investindo em um sistema de saneamento que terá benefícios a curto, médio e longo prazos, estamos fazendo a mineração responsável que acreditamos deixando um legado positivo para a região.

Ainda falando em Borborema, outra ação importante reconhecida pelo governo estadual foi o sucesso no plantio e desenvolvimento de árvores nativas, mesmo com o processo de desertificação da região. Uma conquista importante que demonstra que é possível atuar de forma concreta para minimizar o impacto da ausência de chuvas no cuidado com a flora local e combater a desertificação na região do Seridó.

Esses são alguns exemplos da mudança que sabemos que é possível, mas a nossa construção para atitudes responsáveis se reflete em todos os momentos, seja na coleta de água da chuva ou do ar-condicionado, ou na conscientização dos nossos colaboradores e parceiros. Esse é o nosso jeito de pensar e fazer mineração no presente para que as atuais e futuras celebrem a possibilidade de viver em um mundo mais sustentável. O planeta agradece.

Por Pitágoras Costa, gerente de projetos da Aura Minerals

Foto: Brasil Mineral/ReproduçãoFoto: Brasil Mineral/Reprodução