― Advertisement ―

spot_img

Carro bate em veículo estacionado e capota em Montanha

  Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que um carro bate de frente com outro veículo que estava estacionado, na rua José...

Fapes adere à chamada internacional parceria europeia para Economia Azul Sustentável

Foto: Divulgação: Freepik

A Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) aderiu à 2ª Chamada Transnacional Conjunta (2024-2025), divulgada pela Economia Azul Sustentável. A Chamada atua no Programa-Quadro de Pesquisa e Inovação da Comissão Europeia, Horizon Europe, que busca orientar e apoiar uma transição justa e inclusiva para uma economia azul regenerativa, resiliente e sustentável. No Brasil, é apoiada pelo Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap). 

Com o tema “Caminhos unificados para uma economia azul com impacto neutro no clima, sustentável e resiliente: envolvimento da sociedade civil, do meio acadêmico, de políticas e da indústria”, a chamada faz parte da Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, e conta com a participação e o cofinanciamento de 38 agências de fomento de 26 países, e da União Europeia. O orçamento total disponível para a chamada é de, aproximadamente, 40 milhões de euros.

O edital visa a apoiar projetos transnacionais de pesquisa e inovação, com foco em quatro áreas prioritárias:  

  • Gêmeos digitais dos oceanos em escala de sub-bacia regional; 
  • Setores da economia azul, desenvolvimento de infraestrutura marinhas multiusos;
  • Planejamento e gestão das utilizações do mar a nível regional;
  • Biorecursos Azuis. 

Somente as propostas apresentadas por consórcios transnacionais serão elegíveis. Os consórcios devem incluir no mínimo três parceiros de três países diferentes, que participem da chamada. Além disso, os projetos devem envolver pelo menos duas entidades jurídicas independentes de dois Estados-Membros da União Europeia ou de países associados ao programa Horizon Europe

As propostas devem considerar um mínimo de duas bacias marítimas europeias e avaliem o impacto da proposta de projeto em várias bacias. As propostas podem ter o foco em mares regionais europeus, como o mar Adriático, mar Egeu, mar Ártico, mar de Barents, mar Céltico, entre outros. Mas estes mares regionais devem pertencer a um mínimo de duas bacias marítimas europeias diferentes, que são: o mar Báltico, o mar Negro, o mar Mediterrâneo, o mar do Norte e o Oceano Atlântico. 

“A nossa participação em mais essa chamada internacional reforça o compromisso da Fapes em fomentar a internacionalização da ciência capixaba, conectando os nossos pesquisadores apoiados pela ação com a comunidade científica internacional e, em consequência, dando visibilidade internacional ao trabalho desenvolvimento aqui no Espírito Santo”, declarou o diretor-geral da Fapes, Rodrigo Varejão. 

Submissão de propostas: 

Acesse a íntegra da chamada e todos formulários para submissão de propostas no link: https://www.bluepartnership.eu/funding-opportunity/sustainable-blue-economy-partnerships-second-joint-transnational-call  

Para busca de parceiros internacionais, acesse a plataforma: https://proposals.etag.ee/sustainable-blue/2024/partner-search 

Mais informações: 

Acesse as diretrizes da Fapes para participação clicando aqui. Dúvidas sobre as diretrizes podem sesclarecidas por meio do e-mail parcerias@fapes.es.gov.br. 

Questões gerais e técnicas sobre a chamada podem ser esclarecidas com o Ponto de Contato Nacional do Confap, Elisa Natola, pelo e-mail: elisa.confap@gmail.com. 

Cronograma da chamada:

  • Prazo para envio de pré-propostas: 10 de abril de 2024, às 10h – Horário de Brasília.
  • Prazo para envio de propostas completas: 06 de novembro de 2024, às 11h – Horário de Brasília.
  • Início dos projetos aprovados: previsto para o início de 2025, com duração de 3 anos.

Com informações do Confap