spot_img

― Advertisement ―

spot_img

Barões da Pisadinha, Tierry e Felipe Araújo na Festa da Cidade de Nova Venécia

A Prefeitura de Nova Venécia divulgou as atrações da festa em comemoração aos 70 anos do município. O evento acontecerá na praça Ivo Lobo...

Vai pegar a estrada no Carnaval? Confira dicas do Detran|ES para aproveitar com segurança

Para chegar ao destino da folia ou do descanso nesse feriado de Carnaval, os condutores e passageiros devem ter muita cautela e responsabilidade nas vias, pois um trânsito seguro é feito com a colaboração de todos. Por isso, o Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran) faz um alerta sobre a importância de obedecer às leis do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), assim como estar em dia com a manutenção, documentação do veículo e também do condutor.
O diretor geral do Detran, Givaldo Vieira, chama atenção para a intensa movimentação nas estradas e para o histórico aumento no número de acidentes nesse período, tendo como a principal causa o comportamento irresponsável de motoristas e motociclistas, como o desrespeito ao limite de velocidade, ultrapassagem proibida e a conduta proibida de consumir bebida alcoólica e dirigir.
“A proteção da vida no trânsito depende de todos nós. Nossa equipe se empenha sempre em fiscalizar, mas também em conscientizar. No entanto, é imprescindível que cada um faça a sua parte, seja você condutor, ciclista, pedestre e até mesmo carona. É preciso adotar comportamentos seguros e obedecer às regras de trânsito para que esse Carnaval não seja mais um marcado por acidentes e mortes nas estradas”, aponta Vieira.
Quem vai passar o Carnaval em blocos, em shows, em festas privadas e outros eventos também deve se atentar aos cuidados na hora da circulação pelas vias. Sempre que for atravessar, deve priorizar pela faixa de pedestre, nunca misturar bebida e direção, planejar previamente um motorista da rodada para conduzir no retorno para casa ou pegar ônibus, chamar um táxi ou aplicativo de transporte.
Checklist e orientações para viagem
Antes de pegar a estrada, o condutor precisa conferir se a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) está regular e dentro da validade, além do Licenciamento do Veículo devidamente pago, já que são documentos de porte obrigatório para trafegar em vias públicas. No aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT) é possível ter a CNH e o CRLV-e no smartphone ou tablet, facilitando o porte dos documentos
A pontuação da CNH pode ser consultada no site do Detran, neste link aqui. Já o boleto para pagamento do Licenciamento e o CRLV eletrônico devem ser expedidos no site do Detran, neste link aqui.
Atenção para o estado de conservação do veículo
Outro cuidado fundamental para evitar imprevistos nas estradas e garantir um passeio mais seguro é fazer a revisão no veículo para verificar a condição dos pneus, freios, alinhamento e sistema elétrico do automóvel, limpador de para-brisa, óleo do motor e calibragem.
Cheque se todas as ferramentas obrigatórias estão no carro: macaco, chave de roda e triângulo para sinalização. Também vale a pena levar outras ferramentas, como jogo de chaves fixas, chaves de fenda e lanterna.
Cinto de segurança
Verifique se os cintos de segurança estão disponíveis para todos os ocupantes do veículo e não apenas para os passageiros da frente. Vale lembrar que a falta de uso do cinto por qualquer um dos ocupantes, além de ser um risco à segurança, acarreta infração grave com multa de R$ 195,23 e perda de cinco pontos CNH, além de retenção do veículo até colocação do cinto pelo infrator.
Transporte adequado de crianças
Atenção redobrada para o uso de bebê conforto, assento ou cadeirinha para viagem

com crianças, indicados a cada faixa etária conforme o Código de Trânsito Brasileiro:
– Bebês de até um ano de idade ou até 13 quilos devem ser transportados no banco

traseiro do veículo no “bebê conforto ou conversível”, instalado de costas para o banco dianteiro;
– Crianças entre 1 e até 4 anos ou entre 9 e 18 quilos devem ficar na “cadeirinha” com o cinto próprio no banco traseiro;

– Crianças entre 4 e 7 anos e meio ou com até 1,45 metros de altura e peso entre 15 e 36 quilos devem utilizar um “assento de elevação” com o cinto de segurança no banco de trás;
– Crianças entre 7 anos e meio e 10 anos ou com altura superior a 1,45 metros devem utilizar apenas o cinto de segurança de três pontos no banco de trás;
– Nunca leve uma criança no colo. A criança pode ser esmagada pelo peso do adulto em caso de acidente;
– Lembre-se de obedecer às recomendações do equipamento de retenção utilizado.
Motorista
– Mantenha distância segura do veículo que vai à sua frente. Isso garante o domínio do automóvel no caso de freadas bruscas;
– Não dirija sob o efeito de álcool, drogas, remédios fortes, sono ou se estiver emocionalmente abalado. É melhor pegar um aplicativo de transporte, táxi ou um ônibus;
– Tenha muito cuidado com os pedestres, especialmente crianças, idosos e Pessoas com Deficiência, pois, às vezes, eles não têm condições de avaliar os perigos do trânsito;
– Obedeça às leis de trânsito e dirija em velocidade compatível com o local;
– Sinalize qualquer mudança de direção e as ultrapassagens com antecedência para evitar os acidentes. Nunca use o pisca alerta com o veículo em movimento, salvo em situações de emergência ou quando a regulamentação da via assim o determinar, conforme previsão contida no artigo 40 do CTB;
– Se chover, reduza a velocidade, aumente a distância do veículo da frente e acenda os faróis baixos;
– Não dirija falando ao celular, pois, além de ocupar uma das mãos, a conversa tira sua atenção.
– Redobre a atenção em locais de grande circulação de pedestres, como saídas de shoppings, escolas e igrejas;
– Se for transportar um animal de estimação, lembre-se que ele só pode viajar no banco traseiro e usando o equipamento adequado de retenção, cinto de segurança, grade divisória ou caixa de transporte. Não deixe o seu pet solto no veículo;
– Para transportar prancha ou bicicleta, utilize acessórios adequados para prender corretamente no veículo, sem ultrapassar as dimensões permitidas por lei, atrapalhar a visibilidade das placas ou luzes do carro nem comprometer a estabilidade ou a condução do automóvel.

 

Motociclista
– Certifique-se das condições do capacete;
– Use roupas claras e vestimentas de segurança (luvas, botas e jaqueta);
– Use sempre e exija do passageiro o uso do capacete afivelado ao queixo e com a viseira abaixada;
– Evite os pontos cegos de visão dos automóveis e, mesmo durante o dia, circule com o farol aceso, sinalizando sempre suas manobras;
– Cuidado com os cruzamentos: sempre pare e olhe antes de passar. Ocupe adequadamente seu espaço nas ruas;
– Preste atenção às condições da pista (areia, óleo, água, buraco etc.) e a tudo que acontece a sua volta;
– Não ande em ziguezague por entre os veículos em movimento e ultrapasse somente pela esquerda;
– O corredor entre as filas de veículos não deve ser utilizado, pois a circulação no corredor enquanto os outros veículos estão em movimento aumenta muito o risco de colisão lateral, a principal causa de acidentes com motociclistas;
– Transporte apenas um passageiro por vez e também usando capacete, lembrando que é proibido transportar crianças menores de 10 anos de idade ou que não tenham, nas circunstâncias, condições de cuidar da própria segurança;
– Fique sempre atento à calibragem de pneus, especialmente em dias de chuva. E mantenha sempre os faróis acesos;
– Nunca ultrapasse pela direita, não pare sobre a faixa de pedestres e não trafegue sobre calçadas ou canteiros;
– Mantenha os equipamentos obrigatórios em bom estado, especialmente os retrovisores;
– Não conduza a motocicleta de chinelos, sandálias rasteiras ou descalço, pois apesar da legislação não proibir o último caso, o risco de lesão nos pés é muito grande.

 
Para que esse Carnaval seja marcado somente por alegria e festa, todos temos que fazer a nossa parte. Seja responsável, obedeça à legislação, seja um folião nota 10 e salve vidas.


Campanha Educativa e Fiscalização
Nesse mês marcado pela folia, o Detran colocou no ar uma campanha especial de Carnaval. Veiculada na televisão, no rádio, em portais de internet e em redes sociais, o material publicitário educativo tem como objetivo ser um lembrete das normas de segurança para todos que participam desse espaço coletivo que é o trânsito.
A intenção dessa campanha é integrar a alegria dos foliões com as ações típicas de uma conduta correta no trânsito, como atravessar na faixa de pedestre e não utilizar o celular ao volante. Com referências características de Carnaval, música e adereços, as peças orientam aos cidadãos a cumprirem a legislação de trânsito.
Nas cenas do filme, imagens positivas de um ciclista utilizando os equipamentos de segurança, crianças usando devidamente a cadeirinha, o uso obrigatório do cinto de segurança, pedestres usando somente a faixa para atravessar, condutores não efetuando o consumo de álcool e guardando o celular na hora da direção, dentre outras situações. Esses são todos comportamentos que ajudam a salvar vidas.
https://www.youtube.com/watch?v=EdzlJCMlZio
Além da campanha, as ações de fiscalização serão redobradas. Blitze serão posicionadas de maneira estratégica pelas cidades capixabas e vão ter como foco detectar irregularidades. Os agentes de fiscalização de trânsito do Detran, com apoio de órgão parceiros, realizarão testes do bafômetro, averiguação de documentos do veículo e do condutor, e outras normas para garantir a segurança no trânsito.

O que é o teste do pezinho?