― Advertisement ―

spot_img

Tragédia da chuva no ES: professora está entre os mortos e seu filho de 6 anos está desaparecido

 

Uma professora de  Português e Inglês, de 43 anos, identificada como Adair Antônia Fernandes Medeiros, está entre os mortos na tragédia da chuva que devastou a cidade de Mimoso do Sul, no Sul do Espírito Santo. Um filho dela, de apenas 6 anos, está entre os desaparecidos. Segundo o portal ‘g1 ES’, a casa da família desabou no bairro Reserva. Adair estava em casa com o marido e os dois filhos, um de 6 anos e outro de 3. O marido e o filho menor conseguiram ser resgatados e foram levados para hospitais. A mulher morreu e o outro filho desapareceu.

Ao ‘g1 ES’, uma prima da família disse que Adair já foi enterrada no cemitério da cidade, em Mimoso do Sul, e que o marido está internado com ferimentos graves em Cachoeiro de Itapemirim. Já o filho mais novo teve ferimentos leves e está em um hospital em Mimoso.

“Teve muito deslizamento de barreira e a casa dela foi uma das atingidas. Todos estavam em casa na hora em que a casa foi atingida. O marido foi resgatado e transferido para Cachoeiro de helicóptero”, conta a prima.

A família morava no bairro, que fica na zona rural, há cinco anos. Ainda segundo familiares, o corpo de Adair foi arrastado ela chuva.

“Nós ficamos sabendo sobre a chuva forte no bairro que ela morava através de um dos genros do meu marido, que começou a falar que estava chovendo muito. Como a minha casa é alta, nunca foi enchente, mas dessa vez a água chegou. Eu fui tentar ajudar meu cunhado, que é ex-prefeito da cidade, e acabamos ficando ilhados lá. A gente tá muito perdido ainda, recebemos muitas informações”, comentou a prima.

A Defesa Civil não informou se Adair está entre os 17 mortos já confirmados em Mimoso do Sul. Ao todo, são 19 pessoas mortas no Espírito Santo, sendo duas em Apiacá.

Entre os mortos identificados, estão:

  • Davi Gomes da Silva, 51 anos
  • Gilda Hastenreiter Leite Chalito, 50 anos
  • Ester Santanna dos Santos, 26 anos
  • Flávia Barboza Almeida, 20 anos
  • João Carlos Alves Ferreira, 58 anos

*Com informações do ‘g1 ES’