― Advertisement ―

spot_img

Posso tomar a vacina contra a dengue?

Atualmente, existem duas opções de vacina para dengue aprovadas pela Anvisa no Brasil. A Dengvaxia, da Sanofi, e a Qdenga, da empresa chamada Takeda....

POLICIAIS MILITARES PRESTAM HOMENAGEM A CORONEL PELA PASSAGEM A RESERVA REMUNERADA

Na terça-feira (30), policiais militares do 4º Comando de Polícia Ostensiva Regional (4º CPOR) com sede em Colatina, prestaram homenagem ao coronel Rômulo Souza Dias em decorrência da sua passagem para reserva remunerada. O evento contou com a presença de comandantes e representantes das Unidades Operacionais subordinadas a regional, bem como dos auxiliares diretos do homenageado.

Durante o encontro o Subcomandante do 4º CPOR, o Tenente-coronel Marques agradeceu pelo período de aprendizado com trabalhos coordenados de extremo profissionalismo. Na ocasião, os comandantes das unidades subordinadas destacaram e agradeceram pelo empenho e dedicação que o Coronel Rômulo sempre demonstrou em seu comando.

O homenageado então comandante do 4º CPOR, o coronel Rômulo Souza Dias agradeceu a presença de todos relembrando do seu ingresso na carreira em 1993, salientando que o concurso foi o primeiro no vestibular de UFES sendo um dos mais concorridos à época. Ressaltou ainda, que sua formação na academia foi cercada de exigências dentro da doutrina militar, mas em muito contribuiu em sua formação. Coronel Rômulo destacou sua experiência profissional na no período que esteve no 1º BPM, sendo uma oportunidade de muito aprendizado. Lembrando ainda toda sua trajetória na região Norte e Noroeste capixaba, onde vivenciou situações extremas de trabalho, como tragédias naturais no município de Colatina e região, contaminação do Rio Doce, e a crise vivida na instituição no ano de 2017.

Por fim, agradeceu todos presentes em especial principalmente aos Oficiais das Unidades que estiveram sob seu comando como 8º BPM e o 11º BPM, pelas contribuições nos excelentes serviços prestados à sociedade capixaba da região no Noroeste, culminando com a oportunidade e alegria de poder encerrar o seu ciclo profissional comandando o 4º CPOR.

Ainda ressaltou que: “sua vida sempre se pautou na questão profissional, desculpou-se por quaisquer situações de exigências no trabalho, mas que sempre foi em prol de uma melhor prestação de serviço a sociedade capixaba, se moderando sempre pelo respeito ao Policial Militar”.