― Advertisement ―

spot_img

Jorge & Mateus pode ser a atração da festa da cidade de Águia Branca

A dupla Jorge & Mateus pode ser a principal atração da festa da cidade de Águia Branca em 2024. O SiteBarra tentou contato com...

PF mira Carlos Bolsonaro em nova fase de operação sobre ‘Abin paralela’

Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter
A Polícia Federal (PF) realiza na manhã desta segunda-feira, 29, novas diligências no bojo da investigação sobre suposta espionagem ilegal na Agência Brasileira de Inteligência (Abin) no governo Jair Bolsonaro. Segundo o blog da jornalista Andrea Sadi, no G1, um dos alvos da apuração é o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). A informação foi confirmada pelo Estadão. De acordo com a Globonews, o filho “02” do ex-presidente teria recebido informações da suposta “Abin paralela”.
A operação é um desdobramento da Operação Vigilância Aproximada, que vasculhou 21 endereços no último dia 25. O principal alvo da ofensiva foi o ex-diretor da Abin na gestão Bolsonaro e hoje deputado federal Alexandre Ramagem. A investigação se debruça sobre a suspeita de que a Abin teria sido usada ilegalmente para atender a interesses políticos e pessoais do ex-presidente Jair Bolsonaro e de sua família.
A Operação Vigilância Aproximada, por sua vez, é uma continuação da Operação Última Milha, que, em outubro de 2023, chegou a prender servidores da Abin que usaram indevidamente o sistema de geolocalização de celulares do órgão para coerção. À época, o Estadão mostrou como a ofensiva ligou um sinal de alerta para o vereador Carlos Bolsonaro, que hoje é alvo de buscas.
O funcionamento da inteligência do governo passado era algo do interesse de Carlos Bolsonaro, que tem estreita relação com Ramagem.

 

Foto: Reprodução/Twitter