― Advertisement ―

spot_img

Facilidade na documentação acelera retomada de obras de saúde

Agora está mais prático e rápido para os gestores públicos preencherem a documentação necessária para a retomada ou reativação de obras em estados e...

Paratletas capixabas disputam torneio internacional de tênis em cadeira de rodas

Os paratletas capixabas do Clube Aest vão competir no Curitiba Wheelchair Tennis Open, a partir desta quarta-feira (27). A competição internacional de tênis em cadeira de rodas vai receber jogadores de diferentes regiões do Brasil e representantes de outros países em Curitiba, no Paraná.

Adalberto Rodrigues, Anderson Oliveira, Felipe Ramos, Gustavo Santos e Robério da Silva são os capixabas que estarão presentes na disputa. Entre eles, Adalberto Rodrigues e Felipe Ramos são contemplados pelo programa Bolsa Atleta, da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport).

Experiente competidor no tênis e também atleta de basquete em cadeira de rodas, Adalberto Rodrigues contou que espera por uma chave favorável no torneio e também ressaltou a importância do programa Bolsa Atleta para o desempenho esportivo.

“Como é o primeiro torneio do ano, a expectativa é chegar bem e aproveitar melhor. Não sabemos quem vai estar na competição, porque tem gente que vem de fora. Então, esperamos pegar uma chave boa e chegar ao menos nas quartas de final. O Bolsa Atleta ajuda bastante, porque conseguimos nos nutrir de todos os lados e também tenho viajado bastante para fora do País por causa dele”, disse Rodrigues.

As disputas seguem até o próximo domingo (31). Em seguida, nos dias 04 e 07 de abril, os capixabas seguem para Uberlândia, em Minas Gerais, para disputar o Praia Clube Wheelchair Tennis.

Bolsa Atleta

O Bolsa Atleta tem como objetivo principal beneficiar atletas e paratletas de alto rendimento, com o auxílio financeiro mensal que deve ser utilizado para a manutenção dos resultados obtidos e da carreira esportiva do atleta no ano de recebimento do benefício.

Com um investimento de R$ 3,9 milhões, o edital 2024 atingiu o recorde de esportistas de alto rendimento selecionados, com 234 contemplados, 43 a mais do que no edital anterior. Serão pagas aos selecionados 12 parcelas mensais, de acordo com a categoria: estudantil (R$ 500), nacional (R$ 1.500), internacional (R$ 2 mil) e olímpico (R$ 4 mil).