― Advertisement ―

spot_img

Começa a instalação de novos radares nas rodovias do Espírito Santo

A instalação dos novos radares eletrônicos nas rodovias estaduais já começou a ser feita na ES-020, a Rodovia das Paneleiras, na Serra. De acordo com...

Núcleo Margaridas prepara mutirão para emissão de RG

O Núcleo Margaridas Noroeste, localizado na Rua Delma, no bairro Margareth (próximo ao Cidade Hotel), em Nova Venécia, em parceria com o Departamento de Identificação da Polícia Civil, vai promover, neste sábado (02), um mutirão para emissão de documentos de Identidade (RG).

A ação vai acontecer de 08h ao meio dia, mas para participar, é necessário comparecer no Núcleo até amanhã, entre 07h e 17h, para retirar um comprovante.

Para confecção do documento, é necessário levar: certidão de nascimento ou casamento original e legível, xerox do comprovante de residência, duas fotos 3×4 atuais e xerox do comprovante de renda para emissão de 2ª via. Caso o solicitante deseje, também pode levar xerox dos seguintes documentos de forma opcional: CPF, cartão do SUS, número do NIS/PIS/PASEP, fator RH, título de eleitor, CTPS e CNH.

Como a ação acontece no mês da mulher, a assistente social e coordenadora do Núcleo, Verônica Peruchi. “Queremos convidar as mulheres para participar do nosso mutirão. Isso é o Núcleo Margaridas começando o mês de março levando cidadania para as mulheres”, disse.

Núcleo Margaridas

Com o objetivo de efetivar o Plano Estadual de Políticas para as Mulheres, o Governo do Estado implementou seis Núcleos de Referência de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência, Núcleo Margaridas, em municípios no interior do Espírito Santo. A iniciativa também atende ao Pacto Estadual pelo Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres. O serviço é ligado à Secretaria das Mulheres e a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, em execução por meio de parceria com o Instituto Gênesis.

Além do atendimento e suporte às mulheres, o Núcleo Margaridas elabora e desenvolve campanhas e atividades educativas voltadas à prevenção e erradicação da violência contra a mulher. Outro objetivo é manter atualizado o banco de dados sobre os tipos de violência e demais dados psicossociais, jurídicos e econômicos, que possibilitem a análise do fenômeno da violência contra a mulher, subsidiando gestores responsáveis pela implementação da política de prevenção e enfrentamento a esse tipo de violência.