― Advertisement ―

spot_img

Motivos para vender uma empresa familiar e como realizar a venda

São muitos motivos para vender uma empresa familiar, tanto que é uma operação bastante comum no mundo das fusões e aquisições de negócios. E muitos deles passam pela situação da falta de planejamento da sucessão.

Uma pesquisa feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontou que apenas 24% das empresas familiares no Brasil se preparam para a sucessão com foco em manter a competitividade. Já outro estudo constatou que, de cada 100 negócios de família, só 30 chegam à segunda geração.

Logo, é provável que haja motivos diversos para um empresário decidir vender a própria companhia. Apresentamos os mais comuns a seguir e, ainda, damos dicas de como realizar a venda. Conheça!

9 principais motivos para vender uma empresa familiar

Os principais motivos da venda de empresas familiares são: payback sobre o trabalho; aposentadoria e falta de sucessão; problemas de saúde; conflitos entre sócios; falta de capital; problemas trabalhistas; desejo por novos desafios; proposta irrecusável; melhor oferta de trabalho; mudança de moradia; pagar dívidas; e mais.

Entenda melhor sobre as razões pela não continuidade por venda de empresas familiares.

1. Payback sobre o trabalho 

O payback é uma referência a obter o tempo e o dinheiro de retorno depois de tantos anos dedicados à empresa. O empresário pode desejar colher os resultados vendendo o negócio.

2. Aposentadoria e falta de sucessão

Outro caso que resulta na venda de uma empresa familiar é a aposentadoria de um ou mais sócios e a falta de sucessão dentro da família.

Nem sempre as pessoas que estão à frente do negócio desejam trabalhar a tão longo prazo assim, logo, querem usufruir de uma aposentadoria de qualidade e sem preocupações financeiras.

3. Conflitos entre sócios ou familiares

Infelizmente, existem casos em que a venda ocorre após conflitos entre sócios e/ou familiares. E, por isso, os envolvidos decidem abrir mão da empresa e receber seu montante com a venda.

4. Falta de capital

Para se manter competitiva a longo prazo, uma organização precisa de investimentos constantes em tecnologias, pessoas e estruturas. E isso pode gerar dívidas ou até mesmo queda de venda pelo fato de estar obsoleta e atrás da concorrência.

Nesse cenário, muitos sócios optam por vender a empresa (total ou parcialmente) para que ela não vá à falência e permaneça mais tempo no mercado.

Além disso, a falta de capital pode ser causada por uma má gestão, que influencia o fluxo de caixa corporativo, impossibilitando o crescimento da marca.

5. Conflitos trabalhistas

Algumas empresas podem sofrer grandes perdas financeiras devido aos conflitos trabalhistas, que ocasionam falta de mão de obra, afinal, quando há processos judiciais, é possível que novos talentos busquem outras companhias para trabalhar.

Para mitigar os problemas e evitar esses processos, uma opção é vender as empresas familiares.

6. Desejo por novos desafios

Há ainda a possibilidade de um ou mais sócios desejarem novos desafios, em setores distintos. Muitos empresários, quando chegam a um patamar de estabilidade, querem inovar e construir outra empresa do zero.

E, para levantar capital para o novo investimento, colocam a empresa à venda.

7. Melhor oferta de trabalho

Com uma lucratividade e rentabilidade abaixo do esperado, alguns empresários optam por virar novamente colaboradores e garantir um salário mais alto em uma empresa com projeção de carreira.

É claro que ninguém abre um negócio pensando em voltar a trabalhar em outra companhia, porém, imprevistos podem acontecer e os planos devem ser mudados.

8. Pagar dívidas

Dívidas corporativas ou pessoais podem ser mais um motivo para vender a empresa familiar. Ao receber o dinheiro após a finalização da transação, é possível quitar os débitos e viver com mais tranquilidade para recomeçar.

9. Saída de um ou mais sócios

Nesse caso, há algumas opções: vender para outro sócio ou buscar investidores externos. Alguns empreendedores preferem colocar a marca à venda e não ter mais sócios no negócio.

É preciso conversar com todos e, também, entender o que foi estabelecido no contrato social.

Como vender uma empresa familiar?

A Capital Invest é a melhor consultoria de M&A no mercado. Com executivos e consultores especializados na compra e venda de médias e grandes empresas, já somou mais de R$ 20 bilhões em transações.

Presente em mais de 50 países, a Capital oferece toda a consultoria para realizar venda ou compra de negócios, além de realizar o valuation (valor de mercado).

Portanto, nossa dica de como vender uma empresa familiar é buscar profissionais qualificados e experientes para dar prosseguimento ao processo, atendendo às exigências e aos requisitos de investidores e do mercado.

Conheça a Capital Invest e descubra como ela ajuda a realizar compras e vendas de empresas pelo melhor valor!

Fonte: Capital Invest, uma das principais boutiques de M&A no Brasil, com quase 20 anos de experiência em assessoramento financeiro para avaliação, compra e venda de empresas.