― Advertisement ―

spot_img

Segunda emissão de títulos verdes rende US$ 2 bi com taxas menores

A segunda emissão de títulos públicos sustentáveis no mercado internacional, realizada nesta quinta-feira (20), rendeu US$ 2 bilhões (cerca de R$ 10 bilhões), informou...

MINERAÇÃO E COMUNIDADES: Evento discute entraves à harmonização de interesses

O relacionamento com as comunidades, principalmente aquelas mais próximas dos empreendimentos, continua sendo um importante desafio para o setor mineral. A harmonização com os interesses das populações direta e indiretamente afetadas pela atividade de mineração é condição sine qua non para que as empresas possam operar sem conflitos durante toda a vida útil do empreendimento.  

Esse é o foco das discussões do 9o. Mineração &/X Comunidades, evento organizado anualmente pela Brasil Mineral, com apoio técnico da Integratio e parceria do Sindiextra, que este ano tem como tema “É possível harmonizar interesses? Ainda o X da Questão”. Durante dois dias (18 e 19 de junho), no auditório da Fiemg, em Belo Horizonte (MG), técnicos, dirigentes de empresas e representantes de entidades discutirão temas que são considerados relevantes para o avanço das discussões envolvendo mineradoras e comunidades. O evento é um fórum permanente de discussão e troca de ideias sobre um tema que será cada vez mais importante para a indústria mineral, não só no Brasil, como mundialmente. 

O evento se inicia na tarde do dia 18 de junho, com uma mesa-redonda sobre o tema “Como vencer a grande resistência à (re) chegada da mineração?”, reunindo representantes das empresas Lavras Gold (Paulo de Tarso Serpa), Meteoric Resources (Eder Santo), Potássio do Brasil (Adriano Espeschit), Ero Copper (Thaís Laguardia) e Vale (Luiz Henrique Medeiros), que terá a moderação do conselheiro de Brasil Mineral Frederico Bedran de Oliveira.   

Na sequência, haverá uma roda de conversa entre prefeitos de cidades mineradoras (Conceição do Mato Dentro-MG, Minaçu-GO, Lavras do Sul-RS e Araçuaí’MG), para a discussão sobre como maximizar os benefícios gerados pela mineração e que terá como moderador Paulo Misk, COO da Lithium Ionic.  

O ponto alto da tarde do dia 18 será o Fórum de Líderes, reunindo dirigentes das empresas Anglo American Brasil (Ana Sanches), Lithium Ionic (Paulo Misk), Companhia Brasileira de Alumínio- CBA (Alexandre Viana), GMining (Eduardo Leão), Bemisa (Marcos Gonçalves) e Vale (Diogo Costa), contando com a moderação de Wilfred Bruijn (Bill), conselheiro de Brasil Mineral e ex-CEO da Anglo American Brasil e Usiminas Mineração.  

No dia 19 de junho, os trabalhos começam com a Mesa-Redonda: “Diversidade, Inclusão, Gênero, Raça e Direitos Humanos nas Empresas e Comunidades”, Cisnea Menezes (primeira geóloga indígena do Brasil, conselheira de Brasil Mineral e Coordenadora de Planejamento na Prefeitura Municipal de São Gabriel da Cachoeira-AM), Waleska Maciel (do WIM Brasil), Letícia Guimarães (Gerente de Cultura, I&D e Saúde Mental da Anglo American), Camila Silva (Coletivo Quantos), Carlos Miguel Amaro (Diretor de Poços da Geosol e Diretor da Geosedna), Juliana Ramalho Monteiro (Sócia da Mattos Filho). A Moderação ficará sob a responsabilidade de Antonio Carlos Arruda da Silva (Advogado e notório defensor dos Direitos Humanos e da Igualdade Racial, Membro – Fundador do Movimento Negro Unificado).  

Ainda na parte da manhã haverá palestras sobre “Como Atuar na Geração de Renda e Fortalecimento das Comunidades”, por Carolina Lopes (Brazil Marketing Leader da Metso) e “O bom garimpo, garimpo legal), a cargo de Gilson Camboim (Presidente da Coogavepe) 

No início da tarde, será a vez dos profissionais da Comunicação expressarem seus pontos de vista na mesa-redonda que tem como tema Mesa-Redonda: “Como a Comunicação trata este X? Ela leva à harmonização de interesses?”, tendo como convidados Tatiana Lagôa (Jornal O Tempo), Mara Bianchetti (Diário do Comércio), Marcílio de Moraes Ferreira (jornal Estado de Minas) Fernando Antonio Cláudio (AngloGold Ashanti), Ana Cunha (Kinross), Rafael de Oliveira Cerqueira (Ero Copper), Luciene Cristina/Ana Heineck (Gestoras de Comunidades/Comunicação – Vale). A moderadora será a jornalista Mara Fornari (de Brasil Mineral).  

Os entraves e a judicialização do licenciamento de empreendimentos de mineração é o tema da mesa-redonda reunindo representantes da Potássio do Brasil (Adriano Espeschit), MPMG (Carlos Eduardo Ferreira Pinto), Escritório Caputo, Bastos & Serra (Frederico Bedran de Oliveira) e do SIEEG (Luiz Antonio Vessani), sob a moderação de Cristiano Parreiras (Mineração Morro do Ipê e Sindiextra).  

Os temas ESG e ODS fecharão as discussões do segundo dia, com palestras de Pedro Paulo Dias Mesquita (BNDES) e Marcos Antonio Paiva (Nexa Resources) sobre financiamento e ESG, seguidas da mesa-redonda “ODS e ESG. últimas evoluções: o ESG acabou com os ODS?”, tendo como debatedores Rafael Benke (Pro-ativa), Pedro Paulo Dias Mesquita (BNDES), Cristiane Holanda Paschoin (Nexa Resources), Cláudia Salles (Ibram) e Adriana Solé (Governança Já!), com moderação de Maria José Gazzi Salum (Conselheira de Brasil Mineral). 

O 9o. Mineração &/X Comunidades conta com o patrocínio das empresas Kinross, Geosol, Metso, AngloGold Ashanti, Vale, Anglo American (categoria Ouro), Nexa Resources, Equinox Gold, CBA, Bemisa, GMining Ventures (categoria Prata), Aura Minerals, Ero Copper, Lithium Ionic, Appian Capital Brazil e Meteoric Resources (categoria Cobre) e apoio das entidades Sindiextra, Adimb, Ibram, ABPM e Anepac.  

Para mais informações e inscrições, acesse  www.mineracaoecomunidades.com.br<\/a> 

Foto: Brasil Mineral/ReproduçãoFoto: Brasil Mineral/Reprodução