― Advertisement ―

spot_img

Desoneração da folha contribuiu para a criação de 9,3 milhões de empregos; aponta Brasscom

Entre janeiro de 2017 e fevereiro deste ano, foram registrados 9,3 milhões de empregos formais nos 17 setores desonerados; aponta o levantamento da Associação Brasileira...

Governador Casagrande participa da 10ª edição do Cosud no Rio Grande do Sul

Foto: Giovani Pagotto/Governo-ES

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, participa da 10ª edição do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), que teve início nesta quinta-feira (29), em Porto Alegre (RS). O evento reúne os governadores das regiões Sul e Sudeste do país para discutir temas de grande importância para o desenvolvimento regional.

Nesta edição, os temas centrais a serem abordados pelos chefes dos Executivos estaduais são: segurança pública, mudanças climáticas e o enfrentamento à dengue. Na abertura do evento, o governador capixaba abordou a importância da integração dos entes subnacionais na busca de solução para os problemas comuns enfrentados por eles.

“Mesmo com a existência de estados grandes nas duas regiões, a integração entre todos é fundamental, já que há uma concentração muito grande de poder na União. A organização do consórcio é uma oportunidade para a gente possa aperfeiçoar a prestação de serviço, uma vez que todos nós gestores queremos entregar um estado melhor do que recebemos”, pontuou Casagrande.

Segundo ele, a participação no Cosud reforça o comprometimento do Governo do Espírito Santo em buscar soluções conjuntas para os problemas que afetam não somente o Estado, mas também todo o País.

“Queremos que todos os estados caminhem para uma mesma posição, que é a de um Brasil justo para todos. A gente teve a oportunidade nos últimos anos de debater temas importantes, como reforma tributária, mas ainda temos algumas tarefas gigantescas este ano e as nossas discussões começam aqui, no Rio Grande do Sul”, disse Casagrande.


A comitiva capixaba é integrada por secretários de Estado que participam de diversos Grupos de Trabalho (GTs) referentes a suas áreas de atuação, junto com representantes dos demais governos estaduais. Além disso, a programação inclui encontros entre os governadores, além de reuniões com secretários, procuradores-gerais dos estados e coordenadores das Defesas Civis Estaduais.