― Advertisement ―

spot_img

Guia Prático para Ser uma Pessoa Mais Calma

Se você se sente sobrecarregado, estressado ou ansioso, este guia prático foi elaborado para ajudá-lo a desenvolver técnicas eficazes para lidar com os desafios...

Desvendamos 4 truques para resolver problemas de raciocínio lógico

Quem nunca abriu um jornal para resolver as palavras-cruzadas do dia que atire a primeira pedra. E quem nunca se sentiu desafiado a encontrar todos os números para resolver o Sudoku, sentindo-se muito bem ao finalmente vencer essa partida? O fato é que jogos como esses e brinquedos como o cubo mágico e o quebra-cabeças são ótimos para estimular a mente e deixá-la mais afiada, criativa e perspicaz.

Mas será que existem truques e atitudes que podem ajudar a resolver esses problemas lógicos de uma forma mais simples? Conheça alguns deles a seguir.

Crie o hábito de leitura

Uma das maneiras de estimular o raciocínio lógico é desenvolvendo o hábito de leitura. Além de ser uma das melhores formas de aprendizado, a leitura também ajuda a estimular a imaginação — e, consequentemente, torna a pessoa mais criativa.

O segredo é encontrar uma leitura que lhe agrade e tornar esse hábito rotineiro, separando ao menos 15 minutos diários para se dedicar à tarefa. Procurar ler sobre um assunto que lhe interessa, mesmo que seja uma ficção, ajuda a manter esse hábito vivo e ainda exercita a mente.

Conheça as estruturas lógicas

Provas e concursos estão repletos de questões envolvendo afirmações verdadeiras ou falsas, conhecidas como proposições. Essas questões podem ser desafiadoras, mas se tornam mais simples de serem resolvidas se a pessoa conhece as estruturas lógicas mais comuns dessas afirmações. Elas são conjunção, disjunção, negação, bicondicional e condicional.

A conjunção ocorre quando duas proposições se unem, formando uma terceira. Essa nova afirmação será verdadeira quando as duas outras também forem. Assim, “O número 8 é par e o número 10 é maior do que ele”. Por outro lado, a disjunção será verdadeira quando apenas uma das proposições for verdadeira. Na frase “O número 7 é ímpar ou 5 é maior que 9”, uma parte está incorreta, mas para ser considerada uma disjunção, apenas uma das proposições precisa ser real.

O caso da negação é algo mais simples de ser compreendido, já que é preciso apenas utilizar a palavra “não” para tornar uma proposição verdadeira, como “3 não é par”. A estrutura bicondicional estabelece que a primeira proposição só será verdadeira caso a segunda também seja, ou caso ambas as proposições sejam falsas, como na frase “10 é maior que 8 se e somente se 2 for menor que 6”.

Por fim, a estrutura lógica condicional funciona com base na condição, de modo que se a primeira proposição for verdadeira, a segunda também será. “Se Thiago acendeu a luz, então a cozinha está iluminada”. Vale destacar que como não há como saber se Thiago de fato acendeu a luz, a primeira proposição deve ser considerada incerta, sendo necessário atestar se ela é verdadeira ou falsa com outras partes de um texto.

Divirta-se com jogos

Como citado, um dos truques para melhorar o raciocínio lógico é se envolver com jogos que tenham esse fim. As palavras-cruzadas são um exemplo clássico de quebra-cabeças que aumentam o vocabulário enquanto você procura por respostas. Da mesma forma funciona o Sudoku, que estimula o raciocínio, a atenção e a perspicácia da pessoa ao trabalhar com números.

Outro exemplo clássico de jogo mental é o xadrez, responsável por estimular o pensamento lógico e a resolução de problemas. Além disso, esse jogo ajuda a aprimorar a estratégia do jogador, que precisa refletir sobre quais as melhores jogadas para derrotar um adversário.

Cultive um hobby criativo

Ter um hobby que ajude a exercitar a sua criatividade é outro truque que auxilia na resolução de problemas. Esse passatempo pode ser qualquer coisa que lhe dê prazer e ajude a exercitar a sua mente, como escrever, pintar, aprender um novo instrumento ou um novo idioma, fazer modelagem, entre outras atividades.

Dessa forma, suas habilidades — e seu raciocínio — irão se desenvolver naturalmente, permitindo que você aprimore sua dedução lógica sem nem perceber. E o melhor: não é algo restritivo, havendo opções para todos os gostos e se tornando algo que não é sinônimo de obrigação, o que te deixará mais animado para fazê-lo.