― Advertisement ―

spot_img

Com capixabas, Brasil se sagra hexacampeão mundial de Beach Soccer

Com os capixabas Bruno Xavier e Brendo na seleção, o Brasil conquistou o título de hexacampeão da Copa do Mundo de Beach Soccer. A conquista veio após a vitória sobre a Itália por 6 a 4, no último domingo (25), em Dubai, nos Emirados Árabes. 

Os gols pela seleção brasileira foram marcados por Rodrigo (3), Genovali (contra), Brendo Chagas e Bruno Xavier, que é contemplado pelo programa Bolsa Atleta, da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport). Para a Itália, os gols foram marcados por Fazzini (2) e Genovali (2).

Com a conquista, o Brasil aumenta a vantagem na competição. A seleção que mais se aproxima da seleção verde e amarelo é a Rússia, com três títulos. Esse foi um momento histórico para a modalidade no Brasil e para o secretário de Estado de Esportes e Lazer, José Carlos Nunes, a participação de dois atletas capixabas nesse feito é motivo de orgulho para o Espírito Santo.

“Mais uma vez o Brasil faz história no esporte, com a participação de atletas do nosso Estado. Temos orgulho de oferecer apoio aos esportistas capixabas, por meio de programas como o Bolsa Atleta, porque os resultados são sempre positivos e levantam a nossa bandeira no cenário internacional”, afirmou Nunes.

Bruno Xavier e Brendo serão recebidos pelo secretário na Sesport nesta sexta-feira (1°), para discutir sobre a competição e acerca do programa Bolsa Atleta.

“Procuramos sempre prestigiar as conquistas dos nossos atletas e ouvir demandas que possam melhorar o desempenho deles. Os diálogos são uma parte importante na estruturação do esporte e na formação de novos talentos”, complementou Nunes.

Bolsa Atleta

O Bolsa Atleta tem como objetivo principal beneficiar atletas e paratletas de alto rendimento, com o auxílio financeiro mensal que deve ser utilizado para a manutenção dos resultados obtidos e da carreira esportiva do atleta no ano de recebimento do benefício.

Com um investimento de R$ 3,9 milhões, o edital 2024 atingiu o recorde de esportistas de alto rendimento selecionados, com 234 contemplados, 43 a mais do que no edital anterior. Serão pagos aos selecionados 12 parcelas mensais, de acordo com a categoria: estudantil (R$ 500), nacional (R$ 1.500), internacional (R$ 2 mil) e olímpico (R$ 4 mil).