― Advertisement ―

spot_img

Desoneração da folha contribuiu para a criação de 9,3 milhões de empregos; aponta Brasscom

Entre janeiro de 2017 e fevereiro deste ano, foram registrados 9,3 milhões de empregos formais nos 17 setores desonerados; aponta o levantamento da Associação Brasileira...

Brasil realiza oficina para implementação do Programa de Ações Estratégicas na Bacia Amazônica

O ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, participou nesta terça-feira (27), da Oficina Nacional do Programa de Ações Estratégicas na Bacia Amazônica, iniciativa que busca garantir a gestão integrada e sustentável dos recursos hídricos transfronteiriços na bacia do rio Amazonas.

O evento, promovido pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico, a ANA, instituição vinculada ao MIDR, e pela Organização do Tratado de Cooperação Amazônica, a OTCA, teve como objetivo, ainda, a ampliação e capacitação das comunidades amazônicas de se adaptarem aos impactos das mudanças climáticas e garantir informações compatíveis em toda a bacia para a tomada de decisões.

Durante seu discurso, o ministro Waldez Góes reforçou o empenho do Governo Federal em cuidar das bacias hidrográfica. “Essa pauta é prioridade inquestionável para todos nós que estamos reunidos aqui, representando os governos dos países que compõem a região da Amazônia Internacional. Assegurar a sustentabilidade dos recursos hídricos em áreas fronteiriças é uma prioridade do presidente Lula. Quando discutimos a Amazônia Internacional, estamos enfatizando a importância de preservar e gerir esses recursos de forma eficiente”.

A programação incluiu apresentações sobre o Programa de Ações Estratégicas, o PAE, do Projeto Bacia Amazônica, assim como as oportunidades e desafios da implementação dessa iniciativa no Brasil.

Para mais informações sobre desenvolvimento regional, acesse: mdr.gov.br

Foto: Dênio Simões/MIDRFoto: Dênio Simões/MIDR