― Advertisement ―

spot_img

Carro bate em veículo estacionado e capota em Montanha

  Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que um carro bate de frente com outro veículo que estava estacionado, na rua José...

Biblioteca Municipal recebe 40 exemplares de livros de Carlos Drummond de Andrade

A Biblioteca Municipal, recebeu, nesta última semana de março, 40 livros do famoso escritor e poeta do modernismo brasileiro Carlos Drummond de Andrade. Os exemplares foram doados pela Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) e Secretaria Municipal da Cultura de Itabira, em Minas Gerais, como forma de promoção de intercâmbio cultural entre os dois municípios.

De acordo com o secretário Municipal de Cultura e Turismo, Walber da Silva, o intuito da troca cultural é estreitar os laços com os órgãos culturais para promover o incentivo à leitura e cultura aos jovens. “Nós assinamos, de maneira informal, esse intercâmbio, em que a Fundação transmitirá conhecimento cultural e em troca pretendemos levar os estudantes à Itabira, MG, para conhecerem a Fundação Carlos Drummond de Andrade, a casa onde o poeta viveu e começou a escrever seus sumidos versos”, revelou o secretário da Secultur.

Além dos exemplares de Carlos Drummond, a Biblioteca Municipal também já recebeu este ano mais de 129 livros, por meio da Fundação de Cultura do Estado do Espírito Santo (Funcutura).

O Autor

Carlos Drummond de Andrade nasceu em 31 de outubro de 1902, Itabira, MG. Sua memória dessa cidade viria a permear parte de sua obra. Seus antepassados, tanto do lado materno como paterno, pertencem a famílias de origem escoto-madeirense há muito tempo estabelecidas no Brasil. Posteriormente, foi estudar no Colégio Arnaldo, em Belo Horizonte, e no Colégio Anchieta, dos jesuítas, em Nova Friburgo, no estado do Rio de Janeiro. Formado em farmácia pela Universidade Federal de Minas Gerais, com Emílio Moura e outros companheiros, fundou a magazine modernista chamada A Revista para divulgar o modernismo no Brasil. Drummond de Andrade faleceu aos 84 anos, em 17 de agosto de 1987, no Rio de Janeiro.

O grande poeta, farmacêutico, contista e cronista brasileiro é, até os tempos atuais, considerado o mais influente poeta brasileiro do século XX. Embora sua obra não se restrinja as formas e temáticas de movimentos específicos, o autor também é considerado um dos principais poetas da segunda geração do modernismo brasileiro. Os temas de sua obra são vastos e empreendem desde questões existenciais, como o sentido da vida e da morte, passando por questões cotidianas, familiares e políticas, dialogando sempre com correntes tradicionais e contemporâneas de sua época. As características formais e estilísticas de sua obra também são vastas, destacando-se, por vezes, o dialeto mineiro.

A Fundação

Instituída em 1985, a Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) é uma entidade sem fins lucrativos localizada em Itabira, Minas Gerais. Mantida basicamente por meio de recursos municipais e parcerias, seu principal objetivo é fomentar e apoiar o desenvolvimento da cultura local, assim como preservar e difundir a memória e a obra do escritor itabirano.