― Advertisement ―

spot_img

Prefeitura realizará a entrega de títulos de propriedade de imóveis; veja a lista

A prefeitura de Barra de São Francisco, por meio da Secretaria Municipal de Habitação e Regularização Fundiária, vai realizar a 1ª entrega de títulos...

AUSTRÁLIA: Governo estuda medidas para apoiar produtores de níquel e lítio

Tendo em vista o momento desafiador para os produtores de níquel e lítio na Austrália, devido à queda de preços no mercado internacional, o governo australiano está buscando meios para ajudar os produtores a enfrentar a crise. Na semana passada, a Ministra Federal de Recursos, Madeleine King, e o Ministro de Minas da Austrália Ocidental, David Michael, reuniram-se com produtores de níquel e lítio para discutir os desafios enfrentados pela indústria.

Segundo a ministra, o encontro foi positivo no sentido de “obter algumas contribuições da indústria e como podemos ajudar a indústria do níquel neste país a prosperar e continuar em algumas circunstâncias internacionais difíceis para a indústria do níquel.”

O encontro ocorre após uma semana desafiadora para a indústria de níquel da Austrália, em que a empresa Wyloo fechou temporariamente as minas de níquel de Cassini, Long e Durkin e a BHP interrompeu parte de suas operações de processamento em Kambalda.

A crise no setor de níquel também atingiu outras mineradoras que mantêm atividade de produção de níquel na Austrália, principalmente a Chalice Mining, First Quantum Minerals, IGO e Panoramica Resources.

“Os produtores australianos de níquel e lítio devem ser capazes de competir de forma justa nos mercados internacionais”, disse a ministra, acrescentando que o governo está determinado a fazer isso acontecer.

Ela disse, ainda, que o governo da Austrália Ocidental irá: acelerar as discussões dentro no âmbito governamental sobre o incentivo ao investimento, por exemplo através do sistema tributário; avançar com urgência nas discussões com os governos estaduais e territoriais sobre infraestrutura de uso comum para minerais críticos, a fim de incluir materiais estratégicos como o níquel para complementar o estudo de escopo dos centros de infraestrutura estratégica; e participar de novas discussões com a Câmara de Minerais e Energia da Austrália Ocidental sobre o futuro da indústria do níquel e o papel dos royalties. “Ambas as indústrias são extremamente importantes para o nosso Estado e para o nosso planeta, à medida que o planeta se descarboniza”, disse o ministro de Minas, David Michael. (Com informações do Australian Mining)

<\/a><\/a><\/a><\/a>

Foto: Divulgação/Brasil MineralFoto: Divulgação/Brasil Mineral