― Advertisement ―

spot_img

Real Noroeste treina em Barra de São Francisco visando a série D do Brasileiro

A equipe do Real Noroeste Capixaba Futebol Clube realizou seu primeiro treino no Estádio Municipal Joaquim Alves de Souza, localizado no Bairro Campo Novo,...

Saúde realiza Dia D de combate à dengue

No sábado e domingo, 2 e 3 de março, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), em parceria com as secretarias municipais de Defesa Social, Trânsito e Guarda Municipal, a de Serviços Públicos Delegados de Água Potável, Esgoto, Internet e Energia Elétrica, a Secretaria Municipal de Transportes e Estradas, promoveram um grande mutirão de combate as doenças causadas pelo Aedes aegypti, nos bairros Irmãos Fernandes e Campo Novo, que são uns dos bairros com maior índice de casos da dengue no município.

O Dia D teve mais de 50 colaboradores envolvidos, entre servidores municipais e trabalhadores da BioLife, empresa que presta serviços à Semus. Também foram utilizados caminhões, pás carregadeiras, roçadeiras e outros equipamentos para capina e limpeza de terrenos baldios e lotes vagos.

Segundo a coordenadora da Vigilância Ambiental, Patrícia Moura, são seis agentes de combate as endemias que fazem o serviço de bloqueio, “que é com a bomba postal, fazendo a expressão do inseticida no ar, sempre no amanhecer ou entardecer, pois é o horário que os mosquitos têm o hábito de circular. O que não impede que aparecerem eles durante outro período. Então, sempre na madrugada e ao entardecer, eles estão fazendo esse bloqueio para minimizar os casos de dengue”, explicou a servidora.

De acordo com o secretário Municipal de Saúde, Elcimar de Souza Alves, o Dia D de combate à dengue faz parte do plano de contingência elaborado para o enfrentamento à dengue no município. “É um dia muito importante porque estamos em busca de uma limpeza, para tentar eliminar o máximo possível de focos, receptores que possam estar gerando focos de dengue, e também para chamar a atenção da população para a necessidade de que ela (população) também faça a sua parte”, alertou ele.

Elcimar Alves apontou ainda, que a situação atual do município é muito preocupante e no próximo boletim da Vigilância Epidemiológica o número de casos pode passar de mil infectados. “80% dos focos de dengue estão nas residências. Então a população é também responsável por esse momento. O poder público faz a sua parte e a população tem que fazer a dela também”, sinalizou o secretário.

Sala de Situação

Entre as medidas tomadas pela Semus no combate ao Aedes Aegypti é ‘A Sala de Situação’, que já foi instalada, e servirá como QG de orientação as ações aplicadas no combate à dengue. Haverá, também, reuniões semanais para um levantamento de dados e planejamento das ações. E a Unidade Básica de Saúde do Bambé, uma das UBS’s com o maior fluxo de contaminados, já recebeu dez cadeiras de hidratação para atender a demanda.

O surto de dengue em Barra de São Francisco está tomando proporções de epidemia neste início de ano, seguindo a tendência de todo o Espírito Santo e do país. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), até o momento já foram notificados 1.798 casos de dengue; sendo 885 positivos; 211 foram descartados; 36 sinais de alerta e 666 estão em investigação.