― Advertisement ―

spot_img

Projeto Semeando com Sustentabilidade receberá investimento três vezes maior

Foto: Rodrigo Zaca/Governo-ES

O governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou, nesta quinta-feira (13), o lançamento da segunda fase e ampliação do Projeto Semeando com Sustentabilidade, que promove ações alinhadas à Política Estadual de Fomento à Economia Solidária. Serão investidos quase R$ 4,5 milhões em pequenas propriedades da agricultura familiar em 20 municípios capixabas. O valor é quase três vezes maior do que na primeira fase, quando foi investido R$ 1,58 milhão.

Durante a agenda no Palácio Anchieta, em Vitória, foi feita a prestação de contas da primeira fase do projeto desenvolvido pela Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes), em parceria com a Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales).

Entre os serviços e atividades a serem custeadas pelo Estado está a assistência técnica localizada com, no mínimo, dez horas de atendimento a cada produtor rural, abordando temas como manejo da terra, técnica para plantio e o acompanhamento desde o cultivo até a produção das culturas do café, cacau, maracujá, uva, morango, pomar, abacate (hidroponia) para mais de 700 produtores rurais.

“Fazer a diferença na vida das pessoas é muito bom. Esse projeto é mais um exemplo de como uma ação do poder público tem a capacidade de se transformar em esperança e ânimo aos agricultores. Quando vejo os depoimentos das pessoas atendidas, lembro de como era antigamente e o que nós conquistamos hoje. Antes só existia a vontade, mas não existia nenhum programa de incentivo. Agora, de forma conjunta, estamos podendo dar passos adiante”, destacou o governador Casagrande.

Também está prevista a identificação do tipo de cultura mais adequado a cada propriedade atendida para aquisição dos insumos de forma mais assertiva para o cultivo pretendido. Assim como a própria aquisição de insumos (mudas, arames, estacas, caixas para transporte e outros) para entrega às propriedades e atendidas, visando o fortalecimento da cultura e cultivo da população do campo, podendo variar de município para município.

“Essas ações fortalecem a agricultura familiar e a criação de mecanismos para o desenvolvimento sustentável, proporcionando o progresso dos empreendimentos rurais e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das famílias rurais”, completou o gerente de Economia Solidária da Aderes, Renato Alexandre Rangel de Jesus.

Estiveram presentes o presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Santos; os deputados estaduais Janete de Sá, Denninho Silva e Alexandre Xambinho; o diretor geral da Aderes, Alberto Farias Gavini Filho; o secretário-chefe da Casa Civil, Júnior Abreu; além de prefeitos, vereadores, secretários municipais e lideranças do setor agrícola.

Municípios beneficiados 

Ao todo, os produtores rurais de  20 municípios serão beneficiados. São eles: Águia Branca, Alegre, Anchieta, Boa Esperança, Brejetuba, Colatina, Conceição da Barra, Guaçuí, Itapemirim, Jerônimo Monteiro, Jaguaré, João Neiva, Mantenópolis, Muniz Freire, Nova Venécia, Pedro Canário, Piúma, São Domingos, Vila Pavão e Vila Valério.