― Advertisement ―

spot_img

Posso tomar a vacina contra a dengue?

Atualmente, existem duas opções de vacina para dengue aprovadas pela Anvisa no Brasil. A Dengvaxia, da Sanofi, e a Qdenga, da empresa chamada Takeda....

Polícia Civil prende mulher que figurava na lista dos procurados de João Neiva

A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Superintendência de Polícia Interestadual e de Capturas (Supic), prendeu, nesta segunda-feira (22), uma mulher de 46 anos, que figurava na lista dos procurados da Delegacia de Polícia (DP) de João Neiva.

A prisão ocorreu no bairro São Francisco, no município da Serra. Após receber informações do paradeiro da mulher, policiais da Supic se deslocaram ao endereço e localizaram a mulher.

Em desfavor de Nubia Carla Coutinho, constava um mandado de prisão preventiva expedido pelo juízo da Vara Única da Comarca de João pelo crime de falsificação de documento particular.

A detida foi conduzida à Delegacia Regional da Serra e, após os procedimentos de praxe, será encaminhada ao sistema prisional.

Procurados por roubo

A PCES, por meio da Delegacia de Polícia de João Neiva, está à procura de 12 suspeitos de roubos e que são considerados foragidos na região das Delegacias de Polícia de João Neiva e Ibiraçu. Todos têm mandados de prisão pendentes de cumprimento.

“Como forma de evitar reiteração delitiva, bem como assegurar que criminosos sejam responsabilizados perante à Justiça, solicitamos à população que denuncie pelo telefone 181, se tiverem conhecimento do paradeiro de qualquer desses foragidos. Esses cidadãos respondem a processos criminais nas Comarcas de João Neiva e/ou de Ibiraçu pelo cometimento de crimes graves. São cidadãos que, em tese, cometeram roubos e atormentaram a paz da população desses municípios”, afirmou o delegado Leandro Barbosa, titular das Delegacias de Polícia de João Neiva e de Ibiraçu.

Qualquer cidadão que tiver informações sobre o paradeiro dos investigados pode auxiliar no trabalho da polícia de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181. Não é necessário se identificar. No site https://disquedenuncia181.es.gov.br/ também é possível fazer denúncias anônimas, além de enviar fotos e vídeos para a Polícia.

Texto: Matheus Foletto