― Advertisement ―

spot_img

Carro bate em veículo estacionado e capota em Montanha

  Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que um carro bate de frente com outro veículo que estava estacionado, na rua José...

Homem que matou mulher a facadas em Cariacica vai a Delegacia de Boa Esperança mas é liberado

 

O principal suspeito de matar a companheira a facadas na madrugada do dia 26 de maio, no bairro Santa Cecília, em Cariacica, na Grande Vitória, se apresentou à Delegacia de Polícia Civil em Boa Esperança, no Noroeste do Espírito Santo, nesta sexta-feira (7). A informação é de Wilson Rodrigues, da Rede Notícia

O suspeito tem 38 anos e estava acompanhado de um advogado. De acordo com informações, o suspeito confessou o crime, mas alegou “legítima defesa”. Ele foi ouvido e liberado. A empregada doméstica Jaciara Cristina Schimidel do Nascimento tinha 41 anos. Os filhos dela encontraram o corpo em cima da cama.

Procurada pela reportagem, a Polícia Civil não comentou sobre o fato do suspeito ter sido ouvido e liberado, mas a informação foi confirmada pelo advogado do suspeito. De acordo com o defensor, o cliente alegou ter agido em “legítima defesa”, afirmando que a mulher teria “tentado contra a vida dele por ciúmes”. O advogado destacou que, no decorrer do processo, a inocência do cliente será comprovada.

O corpo da empregada doméstica Jaciara Cristina Schimidel do Nascimento, de 41 anos, foi encontrado pelos filhos dela na tarde de um domingo, de 26 de maio, em cima de uma cama, na casa da vítima em Cariacica. Segundo a Polícia Militar, o companheiro da vítima, José Carlos Cardozo dos Santos, de 38 anos, é o principal suspeito do crime, e chegou a ligar para familiares para avisar sobre o crime e que a mulher estava morta.

De acordo com relatos de vizinhos, o casal frequentemente se envolvia em brigas, sendo que a vítima era constantemente agredida. Alguns vizinhos afirmaram ter ouvido gritos por volta das duas horas da madrugada. No entanto, o corpo de Jaciara somente foi encontrado no final da tarde do domingo.

Uma parente de Jaciara recebeu uma ligação da irmã do companheiro da vítima, informando que a família deveria ir urgentemente até a casa, pois Jaciara estava esfaqueada e possivelmente morta. De acordo com a informação, o homem teria ligado para a irmã e relatado o crime.

Ao chegarem no local, um dos filhos da empregada pulou o muro da casa vizinha, quebrou o cadeado e encontrou uma faca suja de sangue. Assustado, o jovem de 17 anos chamou os irmãos, que entraram na residência e encontraram a mãe morta em cima da cama.