― Advertisement ―

spot_img

Enivaldo confirma Joelma na festa de Barra de São Francisco

O prefeito de Barra de São Francisco, no Noroeste do Espírito Santo, Enivaldo dos Anjos, confirmou pra o repórter Wilson Rodrigues nesta sexta-feira (19),...

Governo Federal reconhece situação de emergência em 42 cidades de 11 estados

Nesta segunda-feira (26), o Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), por meio da Defesa Civil Nacional, reconheceu a situação de emergência em mais 42 cidades de 11 estados brasileiros afetadas por desastres.O Acre <\/a> foi a unidade da federação com mais municípios, 17, reconhecidos por conta de inundações. São eles: Assis Brasil, Brasileia, Capixaba, Cruzeiro Do Sul, Epitaciolândia, Feijó, Jordão, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Plácido De Castro, Porto Acre, Porto Walter, Rio Branco, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira, Tarauacá e Xapuri.

No Rio Grande do Su<\/a>l , Torres, Pântano Grande e Lagoa Bonita do Sul foram atingidas por chuvas intensas, enquanto Porto Xavier, Inhacorá, Sede Nova, Santa Rosa e Erechim foram afetadas por vendaval. Em Minas Gerais<\/a>, seis cidades tiveram suas situações de emergência reconhecidas, sendo três delas por conta de chuvas intensas: Novo Oriente de Minas, Desterro do Melo e Pavão<\/a> .Ainda em Minas Gerais, Campestre entrou em processo de erosão provocado pelos temporais. Fervedouro foi afetada com deslizamentos do solo e Mesquita por enxurradas.

Na Bahia<\/a>, Medeiros Neto e Anagé foram atingidas por chuvas intensas e Paulo Afonso passa por estiagem. Montanha e Boa Esperança, no Espírito Santo, enfrentam também os efeitos da estiagem, assim como Quixadá, no Ceará, Breu Branco, no Pará, Águas Belas, em Pernambuco e São Francisco de Assis do Piauí, no Piauí. Por fim, Pérola, no Paraná, foi afetada por enxurradas, e São Pedro de Alcântara, em Santa Catarina, foi atingida por chuvas intensas.

Como solicitar recursos

Com o reconhecimento, os entes estão aptos a solicitar recursos do Governo Federal para ações de defesa civil, como assistência humanitária, reconstrução de infraestruturas e restabelecimento de serviços essenciais. A solicitação de recursos pelos municípios em situação de emergência deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD)<\/a>. Com base nas informações enviadas nos planos de trabalho, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada portaria no DOU com o valor a ser liberado.

Capacitações da Defesa Civil Nacional

A Defesa Civil Nacional oferece uma série de cursos a distância para habilitar e qualificar agentes municipais e estaduais para o uso do S2iD. As capacitações têm como foco os agentes de proteção e defesa civil nas três esferas de governo. Confira neste link<\/a> a lista completa dos cursos.

Foto: Divulgação/MIDRFoto: Divulgação/MIDR