― Advertisement ―

spot_img

Morre aos 102 anos, Dona Babá, moradora de Nova Venécia

A moradora de Nova Venécia, dona Beliza Santos do Nascimento, mais conhecida como Babá, faleceu nesta quarta-feira, dia 17, por volta do meio dia,...

GEOIEMA: plataforma traz atualizações com dados sobre manguezais no Espírito Santo e novas ferramentas

A plataforma on-line de dados ambientais GEOIEMA, do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), foi atualizada. Agora, o GEOIEMA conta com os dados publicados no e-book “Análise Espaço-Temporal dos Manguezais do Espírito Santo’. Também foram disponibilizadas novas ferramentas para facilitar o download dos dados e desenvolvidos mapas comparativos entre áreas e tutoriais que ensinam a utilizar algumas funcionalidades e ferramentas do GEOIEMA.

Nessa atualização, estão todos os dados geoespaciais produzidos e divulgados no e-book “Análise Espaço-Temporal do Manguezais do Espírito Santo”, publicado no site do Iema em dezembro de 2023. O Espírito Santo tem 17 ecossistemas de manguezal, localizados em 13 municípios do litoral do Estado e que, atualmente, cobrem uma área de 114 quilômetros quadrados. Foram publicados no GEOIEMA 175 polígonos contendo as áreas que compõem o sistema de Manguezal, como: bosque de mangues, bosque de mangue degradado, planície fluviomarinha hipersalina, ponto de alcance hipersalino e massa d’água dos anos de 1970, 2007 e 2015.

Todos esses dados estão disponíveis para download em formato de arquivos shapefile e kml. A atualização também facilitou a forma de download dos dados. Antes eram realizados em uma aba específica, mas agora podem ser baixados diretamente junto ao título dos dados clicando apenas numa seta.

Além disso, está sendo desenvolvida a opção de mapa comparativo de áreas onde será possível comparar, de forma simultânea, duas áreas em épocas diferentes. Por exemplo: é possível visualizar do lado esquerdo da tela como era um determinado Manguezal em 1970, e, do lado esquerdo da tela, como estava o mesmo Manguezal em 2007 ou 2015. Atualmente, é possível realizar essas comparações com outros dados disponibilizados, como ortofotos (2007/2008, 2014/2015), áreas onde ocorreram supressão de vegetação (dados do Mapa Biomas), áreas atingidas por incêndio (Parque Estadual Paulo César Vinha), entre outras.

Outra novidade do GEOIEMA é a disponibilização de tutorias que ensinam o passo a passo de como utilizar algumas funcionalidades e ferramentas. Nessa atualização foi disponibilizado o tutorial que mostra como realizar conexões Web Map Services (WMS) dos ortofotomosaicos 2007/2008 e 2014/2015 do Iema diretamente no QGis.

Em breve, o GEOIEMA terá novas funcionalidades que serão desenvolvidas no processo de Aceleração do Prêmio Inoves 2022. “Estão previstas a implantação de ferramentas para localizar o Cadastro Rural Ambiental (CAR), realizar upload de arquivos para serem visualizados na plataforma, localizar coordenadas em formatos UTM e Graus, implantar download de trabalhos realizados na plataforma, entres outros”, disse o coordenador de geoprocessamento, Pedro Ronchi.

Serviço:

GEOIEMA: http://geo.iema.es.gov.br/

E-book Análise Espaço-Temporal do Manguezais do Espírito Santo:  https://iema.es.gov.br/cgeo.
O e-book é o resultado de um trabalho científico de mapeamento que utilizou recursos da cartografia geográfica e sensoriamento remoto, com dados de campo e documentos cartográficos para levantar informações territoriais sobre a distribuição espaço-temporal dos manguezais na costa capixaba.

 

Arroba do boi gordo em baixa