― Advertisement ―

spot_img

Ibovespa recua 0,82% e está cotado aos 124.615 pontos

O índice da bolsa de valores brasileira (Ibovespa) começou as negociações desta sexta-feira (24) cotado aos 124.615 pontos. O patamar foi registrado após queda...

Força de trabalho capixaba conta com 602 mil jovens

Os jovens no Espírito Santo têm se destacado no mercado de trabalho. Em 2022, a população jovem capixaba (entre 15 e 29 anos) inserida na força de trabalho, formada por pessoas que trabalham ou querem trabalhar, chegou a 67,6%, percentual acima da média nacional de 64,7%.

Em números absolutos esse percentual registrado pelo Espírito Santo, em 2022, representa 602,4 mil jovens efetivamente presentes no mercado de trabalho.

Os dados foram apresentados no “Caderno da Juventude – Jovem na força de trabalho 2016 a 2022”, desenvolvido pelo Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) e divulgado nesta quarta-feira (24), no Dia Internacional do Jovem Trabalhador.

O diretor-geral do Instituto Jones dos Santos Neves, Pablo Lira, destaca o potencial da juventude no Espírito Santo. “São indicadores relevantes que demonstram que o jovem capixaba tem forte inserção no mercado de trabalho, atingindo uma expansão maior que a média nacional”, salientou.

De acordo com o Caderno da Juventude divulgado pelo IJSN, na série analisada de 2016 a 2022, o crescimento da taxa de participação na força de trabalho dos jovens foi de +3,0 pontos percentuais (p.p). No Brasil, no período analisado, a elevação foi de +0,8 p.p.

O estudo ainda evidencia que a maior taxa de participação foi entre os jovens de 25 a 29 anos (83,1%), seguida pela faixa etária de 18 a 24 anos (73,0%), indicando que a maioria dos jovens efetivamente participam do mercado de trabalho a partir dos 18 anos. Os jovens de 15 a 17 anos obtiveram 25,8% da taxa de participação na força de trabalho.

O diretor de Integração, Antonio Rocha, explica que, de forma geral, no período de 2016 a 2022, todas as faixas etárias dos jovens apresentaram elevação da taxa de participação no mercado de trabalho no Espírito Santo, com maior crescimento para a faixa etária de 18 a 24 anos de idade (+4,7 p.p), seguidas das de 15 a 17 anos (+2,2 p.p.) e de 25 a 29 anos (+1,1 p.p.). “Isso demonstra que, nesses anos, houve um crescimento no ingresso dos dois grupos mais jovens (15 a 24 anos) no mercado de trabalho capixaba”, analisou.

Ainda segundo o estudo, em 2022, dos jovens na força de trabalho, a maior participação por posição na ocupação refere-se aos empregados (78,6%) e, em seguida, por conta própria (16,8%). Dos setores com maior número de jovens ocupados se destacam Comércio, com 27,8%, e Informação e comunicação, com 11,8%.

O “Caderno da Juventude – Jovem na força de trabalho 2016 a 2022” pode ser acessado na íntegra no link: https://ijsn.es.gov.br/publicacoes/cadernos/cadernos-da-juventude

Texto: Stefhani Paiva

 

Reparo Hidráulico Residencial