― Advertisement ―

spot_img

Prefeitura realizará a entrega de títulos de propriedade de imóveis; veja a lista

A prefeitura de Barra de São Francisco, por meio da Secretaria Municipal de Habitação e Regularização Fundiária, vai realizar a 1ª entrega de títulos...

Estado tem redução no índice de gravidez na adolescência em mais de 30% nos últimos seis anos

Os primeiros dias de fevereiro marcam a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência, que tem como objetivo disseminar informações sobre medidas preventivas e educativas que contribuam para a redução da incidência da gravidez na adolescência. No Espírito Santo, essa redução já é uma realidade importante. O ano de 2023 fechou com o menor índice dos últimos seis anos, representando 10,66% do total de todas as gestações no Estado.
As 5.199 gestações em crianças e adolescentes entre 10 e 19 anos de idade significou uma redução de, aproximadamente, 33% em 2023, quando comparada ao ano de 2018, que foi de 7.776 gestações. Os dados são do Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (SINASC). Desde 2019, o Estado vem apresentando índices menores, resultados de ações e trabalhos desenvolvidos pela Secretaria da Saúde (Sesa) com os municípios capixabas, no fortalecimento da Atenção Primária à Saúde (APS).
Entre as atividades realizadas pela Atenção Primária, destacam-se as relacionadas à saúde sexual e reprodutiva, como a vacinação de acordo com calendário para a faixa etária; a dispensação de medicamentos (incluindo remédios para o tratamento de Infecções Sexualmente Transmissíveis, como a sífilis); e a oferta de preservativos femininos e masculinos e de outros métodos anticoncepcionais.

Também é possível ressaltar ações da APS, como a oferta e coleta de exames laboratoriais na UBS (incluindo sorologias IST/AIDS); a consulta médica e de enfermagem com foco na saúde sexual e reprodutiva; as atividades educativas (inclusive nas escolas) em grupos voltados à educação em saúde de adolescentes, jovens, pais, familiares e responsáveis; além das visitas domiciliares quando necessário; entre outras.
“A Unidade Básica de Saúde (UBS) é a porta de entrada preferencial para a Linha de Cuidado para o adolescente, por ser o serviço mais próximo de cada adolescente e jovem no território. Além disso, é importante destacar que no Programa Saúde na Escola (PSE), presente nos 78 municípios capixabas, um dos temas abordados é prevenção na gravidez na adolescência. A parceria entre a UBS e a escola é fundamental para a prevenção da gravidez na adolescência”, ressaltou a gerente de Políticas e Organização de Redes de Atenção à Saúde (Geporas) da Sesa, Daysi Koehler Behning.
Ações de conscientização nas maternidades estaduais
Os hospitais estaduais Infantil e Maternidade Alzir Bernardino Alves (Himaba), localizado em Vila Velha, e no Dr. Jayme Santos Neves, situado na Serra e referência em gestação de alto risco, realizarão, ao longo da semana, peças informativas para a divulgação nas unidades visando à conscientização sobre medidas preventivas e educativas que contribuam para a redução da incidência da gravidez na adolescência.
Em 2023, 961 adolescentes entre 13 e 18 anos fizeram acompanhamento no Hospital Dr. Jayme Santos Neves, sendo realizados 36 partos. No Hospital Infantil e Maternidade Alzir Bernardino Alves, o Himaba, foram registrados 296 partos de crianças e adolescentes entre 10 e 19 anos, no período de janeiro de 2022 a dezembro de 2023.
Além disso, as unidades realizam importantes ações às gestantes. A partir deste ano, os recém-nascidos do Hospital Dr. Jayme já chegam ao mundo ganhando um presente especial, produzido pela técnica de enfermagem Elizabeth Felberk Alves. A profissional confeccionava toucas para os bebês e para as mães um kit especial de rosquinhas de amamentação.
Outra ação importante desenvolvida é o projeto “Jayme Itinerante”, que tem como missão levar informação e conhecimento diretamente às comunidades, promovendo educação e conscientização. Entre os locais de visita, estão escolas estaduais, onde os profissionais abordam a temática sobre a gravidez na adolescência. No Himaba, as gestantes e seus recém-nascidos contam com doações diversas de voluntários.