― Advertisement ―

spot_img

Desoneração da folha contribuiu para a criação de 9,3 milhões de empregos; aponta Brasscom

Entre janeiro de 2017 e fevereiro deste ano, foram registrados 9,3 milhões de empregos formais nos 17 setores desonerados; aponta o levantamento da Associação Brasileira...

Dia D de combate à dengue: estados e municípios se mobilizam neste sábado (2) na luta contra o Aedes aegypti

Ao passo que o Brasil ultrapassa a marca de um milhão de casos prováveis de dengue, estados e municípios brasileiros reforçam ações contra o mosquito Aedes aegypti, neste sábado (2), apontado pelo Ministério da Saúde como o Dia D de combate à dengue. 

A pasta lembra que toda a população precisa estar engajada nessa missão.  Diante disso, o Ministério da Saúde reforça que 10 minutos “é o tempo necessário para garantir que caixas d´água estejam bem fechadas, para jogar areia nos vasos de planta, garantir que os sacos de lixo estejam bem amarrados, conferir calhas, evitar pneus em locais descobertos, não acumular sucatas e entulhos e esvaziar garrafas PET, potes e vasos.”

Durante atualização do cenário epidemiológico da doença, a ministra Nísia Trindade reforçou a necessidade de uma mobilização a nível nacional. Para ela, a preocupação se dá, sobretudo, pelo fato de o número de casos aumentar em áreas onde antes não era comum na proporção percebida atualmente.   

“O fator diferencial que quero chamar atenção é o fato de termos agora, em cidade médias e pequenas, grandes números de casos, em locais onde não havia antes a infecção por dengue nessa proporção que temos hoje. Isso significa mais interiorização e dispersão da doença e, portanto, um desafio a mais para os sistemas de saúde”, pontua. 

Santa Catarina está entre os estados que vão participar da campanha. De acordo com o governo do estado, além das ações de eliminação de focos do mosquito, também haverá vacinação contra a dengue para crianças de 10 e 11 anos dos municípios de Joinville, Jaraguá do Sul, Guaramirim, Araquari e São Francisco do Sul.

Em alguns estados a mobilização começou nesta sexta-feira (1°). É o caso de São Paulo, onde 645 municípios foram convocados para atuar em ações contra a dengue. Na ocasião, haverá atividades especiais nas escolas públicas estaduais e municipais, orientação à população e fortalecimento das ações de combate aos vetores nas residências. A ideia foi acatada por municípios das regiões de Araçatuba, Araraquara, Bauru, Botucatu, Caraguatatuba, Franca, Itapeva, Jales, Marília, Piracicaba, Presidente Prudente, Presidente Venceslau, Grande São Paulo, entre outros. 

Brasil passa de 991 mil casos prováveis de dengue em 2024<\/a>

Dengue: saiba por que alguns medicamentos são proibidos<\/a>

É dengue, gripe ou covid? Saiba como diferenciar cada infecção<\/a>

O médico infectologista Fernando Chagas lembra que o desenvolvimento do mosquito Aedes aegypti até a forma adulta pode levar um período de até 10 dias.

“Então, se você limpa a sua casa e o terreno ao redor da sua casa uma vez por semana, caçando tampinhas de garrafa, copos descartáveis, qualquer recipiente ou qualquer tamanho que seja que possa conter uma pequena quantidade de água. Se você for atrás desses componentes e retirá-los uma vez por semana, você diminui muito as chances do desenvolvimento do mosquito. Quase que 80% dos casos de dengue são provocados por mosquitos do ambiente domiciliar”, orienta. 

De acordo com o Ministério da Saúde, pelo menos 1,7 milhão de casos de dengue foram registrados este ano, no Brasil, até o momento. Já o número de mortes pela doença ultrapassa 200. Mais de 600 estão em investigação. 
 

Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência BrasíliaFoto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília