― Advertisement ―

spot_img

Major Coimbra é homenageado com a Medalha Vasco Fernandes Coutinho

Em uma cerimônia marcada pela emoção e reconhecimento, o Major Coimbra, Chefe da Divisão Administrativa do 11° BPM, foi agraciado com a Medalha Vasco...

CREFES entrega mais de 100 dispositivos de locomoção a pessoas com deficiência durante dia D

Promover a inclusão das pessoas com deficiência foi mais uma vez o objetivo do Centro de Reabilitação Física do Espírito Santo (CREFES), durante o dia D realizado no último sábado (24), quando a instituição comemorou 45 anos. Foram distribuídos aos pacientes agendados 118 dispositivos auxiliares de locomoção e 28 aparelhos auditivos.

O evento foi o pontapé inicial de um trabalho que continuará até serem entregues o total previsto de equipamentos. Entre os dias 04 e 08 de março, será realizado pelo CREFES um mutirão de medidas, com o objetivo de dar continuidade às entregas.

O secretário de Estado da Saúde, Miguel Duarte, parabenizou a ação do CREFES, que, desde 1979, trabalha em prol da inclusão e da qualidade de vida para pessoas com deficiência, proporcionando aos pacientes um grau maior de independência.

“O CREFES é um importante instrumento de saúde pública e, neste sábado (24), com o início da entrega de mais de mil equipamentos, uma ação que vai continuar ao longo deste ano, está cumprindo mais uma vez o seu papel. É importante lembrar que o governador Renato Casagrande trabalha incansavelmente para levar a saúde cada vez mais próxima do cidadão capixaba”, frisou Miguel Duarte.

“Neste dia D, o Centro de Reabilitação Física do Estado fomenta como o comprometimento com a inclusão é muito importante e vale para toda a sociedade. É primordial entender que todos os indivíduos têm os mesmos direitos, independentemente de suas limitações e particularidades, e que cabe a todos nós proporcionar esse convívio social, bem como promover o respeito às diferenças”, ressaltou o superintendente da Regional Metropolitana de Saúde, Heber Lauar.

“E quando o CREFES faz essas entregas, ele está dando justamente a possibilidade para cada paciente que está recebendo neste sábado (24) um aparelho auditivo ou um dispositivo de locomoção de exercer esse direito da inclusão, à medida que promove a sua autonomia”, complementou Heber Lauar.

A diretora do CREFES, Adriana Batista Vidal Zardini, destacou a dedicação de todos os servidores que disponibilizaram tempo e energia para o sucesso do dia D, realizando tantas entregas importantes. “A participação de cada um nesse processo é fundamental para levar mais qualidade de vida e inclusão às pessoas com deficiência. É uma mobilização que faz a diferença para quem precisa. Juntos, construímos um dia memorável de sorrisos e esperanças”, frisou.

O dia D também contou com a participação do ‘Coral Legal’, composto por pessoas com deficiências do município de Vila Velha, que apresentou 15 músicas, de MPB a internacional, proporcionando um momento especial ao evento. O projeto é da Prefeitura de Vila Velha e tem como objetivo incentivar a atividade musical, por meio da formação de um coral de vozes, para despertar a musicalidade, autonomia, independência, diversão e sensibilidade de pessoas com deficiência.

Atendimento de qualidade

Claudio Rogério Kramer, de 51 anos, chegou ao CREFES acompanhado da esposa Valdolandia Porto Kramer, para buscar uma cadeira de banho. “Desde que cheguei aqui, há oito meses, minha vida mudou por completo. Deus colocou só gente boa no meu caminho. Aqui, eu passo por fonoaudiólogo, psicólogo, terapeuta ocupacional, fisioterapeuta, nutricionista e neurologista. Sou muito bem atendido e estou bem melhor”, disse.

O comerciário Marcelo da Silva Diniz, de 48 anos, também passou pelo CREFES no dia D para buscar um aparelho auditivo. “Estou aqui fazendo tratamento há cerca de um ano, pois tenho problema de audição desde criança, com dez anos. Agora, vim receber o meu aparelho e as orientações. Confesso que relutei muito para utilizá-lo, mas a sensação, hoje, é muito bacana, principalmente porque desde pequeno sou ligado à música, toco alguns instrumentos”, contou.

Como funciona o CREFES

O CREFES é habilitado à Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência, como Centro Especializado em Reabilitação II (CER II). O local é referência estadual em reabilitação física e concessão de órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção, além da reabilitação auditiva e a concessão de Aparelho de Amplificação Sonora Individual (AASI).

São ofertados atendimento ambulatorial e regime de internação. São 29 leitos de internação para a reabilitação precoce de pessoas com incapacidade física (tetraplegia/paresia, paraplegia/paresia, hemiplegia/paresia). Além disso, conta com o Centro de Referência em Distonia e Espasticidade (CREDE), para o atendimento dos usuários que necessitam do tratamento com toxina botulínica, e o ambulatório de especialidades (urologia, neurologia e cuidado de feridas), para o atendimento de pessoas com deficiência.