― Advertisement ―

spot_img

Começa a instalação de novos radares nas rodovias do Espírito Santo

A instalação dos novos radares eletrônicos nas rodovias estaduais já começou a ser feita na ES-020, a Rodovia das Paneleiras, na Serra. De acordo com...

Capixaba que colocava drogas em casco de navio é condenado por tráfico internacional de drogas

 

 

Capixaba Lucas Vieira Donati foi preso São Paulo. — Foto: Reprodução/Redes sociais

Capixaba Lucas Vieira Donati foi preso São Paulo. — Foto: Reprodução/Redes sociais

O mergulhador capixaba Lucas Vieira Donati, preso pela Polícia Federal no dia 10 maio de 2023 durante operação contra o tráfico internacional de drogas no Porto de Rio Grande, foi condenado a 9 anos e 11 meses de prisão em regime fechado. A informação é de g1.

A sentença foi do juiz federal Adérito Martins Nogueira Júnior, da 1ª Vara Criminal do Rio Grande do Sul.

Ainda de acordo com a decisão, proferida no dia 25 de janeiro, Lucas foi absolvido da acusação de associação para o tráfico.

Mergulhador capixaba preso por tráfico internacional de drogas é condenado — Foto: Reprodução

Mergulhador capixaba preso por tráfico internacional de drogas é condenado — Foto: Reprodução

Na avaliação do magistrado, “a expressiva quantidade de substância entorpecente apreendida, a presença de rastreadores nas bolsas nas quais a droga estava acondicionada e, sobretudo, o fato de que navio se destinava a Portugal, tornam indiscutível a transnacionalidade do crime”.

Sobre o pedido do Ministério Público do Espírito Santo (MPES) para condenar Lucas por associação para o tráfico, o juiz relatou que os elementos probatórios não são suficientes para comprovar vínculo de natureza duradoura e estável entre os réus voltado para a prática do tráfico.

O processo tramita na Justiça Federal do Rio Grande do Sul, onde as investigações foram iniciadas pela Polícia Federal de lá e houve a apreensão de 206 kg de cocaína no casco de um navio com destino ao porto de Setúbal, em Portugal.

Ficou constatado que Lucas teria sido o responsável por colocar drogas na caixa de mar do navio e exerceria essa tarefa na associação para o tráfico, tendo experiência em atividades de mergulho.

“O denunciado seria incumbido de inserir entorpecentes nos navios atracados em terminais portuários brasileiros, bem como retirá-los da caixa de mar de embarcações no exterior, mediante atividade de mergulho.”, diz parte da sentença.

Lucas foi preso em São Paulo sob a acusação de tráfico internacional de drogas. Na ocasião, a Polícia Federal cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa onde ele residia, no bairro Tabuazeiro, em Vitória.

Na casa do mergulhador, foram encontrados equipamentos de mergulho. De acordo com a PF, também foram encontrados mais de € 34 mil (euros), R$ 66 mil e mais de US$ 2.900, totalizando mais de R$ 267 mil.

O mergulhador capixaba investigado foi preso em São Paulo, enquanto embarcava em um voo para a África do Sul.

Capixaba Lucas Vieira Donati foi preso São Paulo — Foto: Reprodução/Redes sociais

Capixaba Lucas Vieira Donati foi preso São Paulo — Foto: Reprodução/Redes sociais

Discreto e aventureiro, assim os vizinhos definiam o mergulhador.

Praticante de trilhas, Lucas também gosta de acampar, jogar futebol e viaja com frequência. Em postagens nas redes sociais, muitas pessoas também falam que ele é um bom pai e mostraram-se incrédulas com a notícia.

Vizinhos, que pediram para não ser identificados, também contaram que ele não era de conversar muito com outros moradores.