― Advertisement ―

spot_img

Dólar está em alta no início desta quarta-feira (24)

No último fechamento, o dólar subiu de preços no Brasil e a moeda voltou a estar cotada próxima a R$ 5,60, a R$ 5,59,...

Demanda do trigo segue firme

Arroz: Camex zera taxa de importação para garantir abastecimento

O Comitê Executivo de Gestão (Gecex) da Câmara de Comércio Exterior (Camex) zerou as tarifas para três tipos de arroz: dois não parboilizados e um tipo polido/brunido. Com isso, esses produtos deixarão de pagar Imposto de Importação para entrar no país. A decisão consta em resolução<\/a> do Gecex/Camex e foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (21).

O objetivo da medida é garantir o abastecimento de arroz em meio aos problemas causados pelas enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul. O estado responde por 70% da oferta do grão no país.

Os três tipos de arroz foram incluídos na Lista de Exceções à Tarifa Externa Comum (Letec) do Mercosul, após pedido do Ministério<\/a> da Agricultura e Pecuária e pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab)<\/a>.

GESTÃO: MP flexibiliza licitações em situações de calamidade<\/a>

A medida vale até 31 de dezembro. A Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços será responsável pelo monitoramento da situação para reavaliar o período de vigência, caso necessário.

Hoje, a maioria das importações de arroz no Brasil vem do Mercosul, sem pagar tarifa de importação. De acordo com o Mdic, a decisão de zerar a alíquota abre espaço para a compra de arroz de outros grandes produtores, como a Tailândia. Até abril de 2024, o país asiático era responsável por 18,2% das importações brasileiras de arroz.
 

Foto: Marcello Casal JrAgência BrasilFoto: Marcello Casal JrAgência Brasil