― Advertisement ―

spot_img

Pracinha do bairro Bambé recebe nova iluminação pública

Em companhia de vereadores, secretários municipais, comunidade e segmentos sociais de Barra de São Francisco, o prefeito Enivaldo dos Anjos, fez oficialmente a entrega...

Vigilância Epidemiológica inicia bloqueio contra à dengue em Barra de São Francisco

Nesta segunda-feira (25), a equipe técnica da Vigilância Ambiental deu início ao trabalho de bloqueio de casos da dengue no distrito de Vila Paulista. A ação se fez necessária após aumento de notificações na localidade, interior de Barra de São Francisco. O Bloqueio de Transmissão consiste em bloquear o aedes aegypti adulto em locais com casos suspeitos confirmados.

Caso seja confirmado, os agentes realizam a nebulização, utilizando inseticida UBV (ultra baixo volume) por meio de máquinas costais motorizadas. Assim como em Vila Paulista, os agentes também seguirão fazendo o serviço em outras localidades. A Prefeitura de Barra de São Francisco, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realiza ações contra o mosquito Aedes Aegypti de maneira constante por todo o município.

As medidas são de fundamental importância no combate à dengue. Há um trabalho de rotina em todo o município, incluindo a identificação de pontos estratégicos, propícios para se tornarem criadouros.

Em entrevista, durante o trabalho realizado em Paulista, a coordenadora Patrícia Moura, deixou em recado para população “Precisamos tomar os cuidados necessários para tornar o ambiente impróprio à sua proliferação, ou seja, não deixando recipientes com água parada. Cuide de sua casa, quintal e se tiver algum terreno sob sua responsabilidade, que o mantenha limpo evitando ser notificado. Essas ações vão proteger a sua família e também a de vizinhos, “disse ela.

Patrícia também falou sobre os cuidados que devem ser tomados se surgir algum sintoma da doença. “As pessoas que sentirem sinais e sintomas que indique ser dengue deve procurar imediatamente a unidade de saúde para uma avaliação de um profissional de saúde para um diagnóstico e receber orientações sobre cuidados para que não evolua para caso grave”, encerrou a coordenadora.

Números

De acordo com o boletim informativo da dengue divulgado nesta segunda-feira pela secretaria de Saúde, baseado na 12ª semana epidemiológica (17 a 23 de março), o município contabilizou 765 casos notificados, 265 confirmados, 415 em investigação, 73 descartados e 12 em sinal de alerta.