― Advertisement ―

spot_img

Imagem da Mãe Peregrina completa 115 anos de devoção em Nova Venécia

A imagem de Nossa Senhora Mãe Peregrina, até recentemente reverenciada como Nossa Senhora dos Anjos, foi esculpida para a extinta capela fundada pelos migrantes...

Um dia após confessar ter matado a própria tia, adolescente é morto a tiros em Água Doce do Norte

O adolescente de 17 anos, que foi apreendido nesta terça-feira (23) e confessou ter assassinado a própria tia, Sebastiana Pereira Rodrigues, de 70 anos, foi encontrado morto a tiros na manhã desta quarta-feira (24), na zona rural de Água Doce do Norte, cidade do Noroeste do Espírito Santo. O jovem, identificado como Leandro Ribeiro Gonçalves da Rocha, chegou a ser detido mas foi liberado, sendo morto nesta quarta-feira (24). O corpo da mulher, que teria sido morta no sábado (20), só foi achado nesta terça (23), em estado de decomposição, dentro de casa.

Uma mulher de 70 anos, identificada como Sebastiana Pereira Rodrigues, foi encontrada morta dentro de casa, com o corpo em estado de decomposição nesta terça-feira (23), no distrito de Vila Nelita, em Água Doce do Norte. Um adolescente de 17 anos, cehgoui a ser apreendido, e segundo a Polícia Militar, ele confessou ter assassinado a vítima no último sábado (20).

De acordo com a PM, a corporação recebeu um chamado que dava conta de que a idosa não era vista desde o último sábado (20). Um sobrinho da vítima foi até a casa, e sentiu um forte odor vindo de dentro da residência. Ao entrar no imóvel, o sobrinho encontrou a tia morta e marcas de sangue pela residência.

A Polícia Militar informou que levantou informações que davam conta de que um adolescente, conhecido na localidade pela frequente prática de crimes, seria o principal suspeito de matar a idosa. Após buscas, o jovem foi encontrado, e durante depoimento dado na Delegacia Regional de Barra de São Francisco, o menor confessou ter assassinado a idosa.

O Boletim de Ocorrência detalha que o menor alegou ao delegado plantonista que a idosa estaria supostamente denunciando o tráfico de drogas na região, o que teria motivado o crime. Consta no documento que, pelo fato de o corpo estar em estado de decomposição, a perícia não conseguiu verificar na cena do crime, indícios de arma branca ou de fogo.

A Polícia Civil informou que o adolescente, de 17 anos, conduzido à Delegacia Regional de Barra de São Francisco foi ouvido e liberado, uma vez que foi constatado que o crime ocorreu no sábado e não havia situação flagrancial. O corpo da vítima foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Colatina, onde passará pelo processo de necropsia. Posteriormente, será liberado para os familiares.