― Advertisement ―

spot_img

Começa a instalação de novos radares nas rodovias do Espírito Santo

A instalação dos novos radares eletrônicos nas rodovias estaduais já começou a ser feita na ES-020, a Rodovia das Paneleiras, na Serra. De acordo com...

MCom participou de diversas missões internacionais em 2023

O Ministério das Comunicações (MCom) desempenhou um papel fundamental em 2023, fortalecendo as relações internacionais do Brasil e impulsionando o setor de telecomunicações. A primeira missão internacional foi a viagem à China, em abril, onde um memorando de entendimento foi assinado entre o MCom, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e o Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação da China, estabelecendo parcerias para promover o intercâmbio de informações sobre TICs.

Além disso, a visita técnica ao Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Huawei, em Shanghai, permitiu ao ministro Juscelino Filho explorar as inovações em chips, redes sem fio e dispositivos conectados, reforçando a importância da proximidade com grandes empresas globais. “Com o avanço do 5G no Brasil, é importante estarmos cada vez mais próximos das grandes empresas globais, conhecer seus campos de pesquisa e de desenvolvimento de tecnologias, para que nos tornemos, em breve, um polo do setor para o mundo”, comentou o ministro.

Em junho, as atenções voltaram-se para a Suécia e a Finlândia, onde o ministro buscou parcerias para promover a inclusão digital no Brasil. Participando do seminário “Broadband for All”, da Ericsson, e visitando o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Redes Móveis 6G, da Nokia Bell Labs, o ministro discutiu a realidade da conectividade no Brasil, promovendo a troca de boas práticas e políticas públicas em tecnologia da informação e comunicação.

“O presidente Lula nos deu a missão de levar conectividade significativa a todos os brasileiros e não estamos medindo esforços para alcançar esse objetivo. Na Suécia e Finlândia conversamos com representantes dos governos e também com grandes empresas da área de tecnologia para conhecer a fundo as políticas de acesso à internet praticadas por eles”, explicou Juscelino Filho.

A África do Sul foi o cenário da 9ª Reunião de Ministros de Comunicações do Brics, onde Juscelino Filho apresentou os esforços do Brasil na promoção da inclusão digital universal, em agosto. Destacou programas como o Norte Conectado, avanços no 5G e mudanças no Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust). As discussões sobre inclusão digital, digitalização das economias e transformação digital foram fundamentais nesse contexto internacional.

A Índia também se destacou no roteiro do MCom, com a participação no encontro anual de ministros da Economia Digital do G20. Os representantes das 20 economias mais importantes do mundo discutiram temas como infraestrutura digital pública, segurança na economia digital e habilidades digitais. No encontro, o ministro das Comunicações, enfatizou a importância do acesso à internet e trocando experiências para promover a inclusão digital em todas as regiões do Brasil. Em dezembro de 2023, o Brasil assumiu a Presidência rotativa do G20, com enfoque em desafios globais. O país sediará a cúpula em novembro de 2024, com mais de 100 reuniões planejadas em diversas cidades.

“Conversar com os ministros das maiores economias do mundo é essencial para trocar experiências e definir estratégias necessárias para promover a inclusão digital dos cidadãos. Com a inclusão digital, vamos promover a inclusão social dos que mais necessitam”, explicou o ministro.

LEIA MAIS:Brasil e China vão compartilhar experiências e conhecimentos em telecomunicaçõesInclusão Digital na educação e segurança pública é tema de reunião na Finlândia Juscelino Filho participa de reunião anual de ministros das Comunicações do Brics Juscelino Filho participa de encontro dos ministros da Economia Digital do G20 Conferência Mundial de Radiocomunicações (WRC-23) disponibiliza Atos Finais Provisórios

No fim do ano, a delegação do MCom marcou presença na Conferência Mundial de Radiocomunicações (WRC-23), em Dubai, evidenciando o compromisso com a inclusão digital e conectividade sustentável. Destacou-se o papel ativo do Brasil nas discussões sobre o uso de faixas para 5G, 6G e WiFi6e, assim como a proteção das estações móveis aeronáuticas e marítimas. O resultado positivo reforçou a influência do Brasil nas decisões globais sobre o futuro do setor de radiocomunicações.

Texto: ASCOM | Ministério das Comunicações • mais informações: imprensa@mcom.gov.br | (61) 2027.5530

a45343f7-bcf1-4c1c-beb8-eae42f9852e8.jpeg

(Foto: Kayo Sousa/MCom)