― Advertisement ―

spot_img

Carro bate em veículo estacionado e capota em Montanha

  Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que um carro bate de frente com outro veículo que estava estacionado, na rua José...

Bandes completa 57 anos e reafirma propósito com desenvolvimento sustentável capixaba

Nesta terça-feira (20), o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) comemora 57 anos reafirmando o compromisso com o desenvolvimento econômico e social do Espírito Santo. Em clima de celebração, o banco reforça o propósito de contribuir para o crescimento sustentável do Estado, ao publicar a Carta Anual de Políticas Públicas e de Governança Corporativa. O documento reúne metas, atividades, práticas e indicadores que guiarão a atuação do Bandes no fomento às políticas públicas do Governo do Estado.

“Um banco de desenvolvimento se propõe a operar financiamentos de longo prazo que impulsionem e diversifiquem a economia de uma maneira transversal, fortalecendo cadeias produtivas, aumentando a competitividade da economia, além de propor o debate sobre a implantação de boas práticas que considerem os avanços em termos de sustentabilidade, por exemplo”, destaca Marcelo Barbosa Saintive, diretor-presidente do Bandes.

“Estamos totalmente alinhados com as práticas ESG (ambientais, sociais e de governança) e comprometidos com o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela ONU. O Bandes reconhece que as ações dentro desse contexto global são essenciais para impulsionar o desenvolvimento regional e fazem parte do papel fomentador de um banco de desenvolvimento”, complementou Saintive.

No documento, o Bandes reafirma o compromisso com a promoção do suprimento oportuno e adequado dos recursos necessários ao financiamento, a médio e longo prazos, de programas e projetos que visem a promover o desenvolvimento econômico e sustentável do Espírito Santo, de acordo com as diretrizes e prioridades do governo, com foco em projetos que gerem aumento de empregos e renda e competitividade sustentável da economia. A atuação comercial do banco de desenvolvimento busca abranger todo o território capixaba por meio dos gerentes de negócios, explorando as potencialidades, particularidades e carências de cada região, com foco no desenvolvimento regional equilibrado.

Adotando como missão central a promoção do desenvolvimento sustentável da economia capixaba, o Bandes busca promovê-lo por meio de produtos e serviços que apoiem empresas no Estado, oferecendo linhas de crédito, investimentos e outros instrumentos de fomento. O banco de desenvolvimento capixaba se compromete com o fomento de ações, programas e projetos que contribuam para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).

“É nosso objetivo financiar e fomentar ações, programas e projetos que contribuam para a mitigação dos impactos das mudanças climáticas, incentivem o uso de energias renováveis, promovam a inclusão financeira, melhorem a infraestrutura, impulsionem a inovação, incentivem a agricultura sustentável e melhorem a qualidade de vida nas áreas urbanas”, salienta Saintive.

Esse compromisso enseja uma atuação com apoio mais robusto para iniciativas alinhadas às práticas de responsabilidade social, ambiental e climática (ESG). Por isso, o Bandes busca, neste ciclo de planejamento estratégico, apoiar projetos que possibilitem a redução dos impactos das mudanças climáticas e a descarbonização (https://www.bandes.com.br/Site/Noticias/Detail/1958/carbono), incentivando o uso de energias renováveis e a preservação do meio ambiente. Além disso, o banco continuará fomentando o ecossistema de inovação (https://www.bandes.com.br/Site/Dinamico/Show/1015/creditoinovacao), a agricultura sustentável e a melhoria da qualidade de vida para os capixabas.

A atuação do Bandes abrange todo o território capixaba, explorando as potencialidades, particularidades e carências de cada região, com foco no desenvolvimento regional equilibrado.

Para atingir esses propósitos, o Bandes conta com uma estrutura de governança organizada que demonstra a transparência e a confiabilidade de suas ações, controla e minimiza riscos, além de garantir o cumprimento dos objetivos estratégicos, que visam ampliar o apoio a projetos alinhados à agenda ESG, fortalecendo boas práticas e incentivando ações que garantam condições adequadas para o desenvolvimento atual e das gerações futuras.

“Cabe ainda trazer a participação do banco no desenvolvimento dos ecossistemas de inovação, em que o Bandes oferta crédito em condições atrativas e investe em negócios com potencial de crescimento. Nossa missão é clara: impulsionar o desenvolvimento econômico e social do Espírito Santo de forma sustentável, garantindo que as oportunidades de crescimento sejam acessíveis às empresas”, enfatiza Saintive.

Marcando o passado, o presente e o futuro do Estado

Ao longo de sua história, o banco se consolidou como um parceiro fundamental para o crescimento dos negócios capixabas, oferecendo soluções financeiras inovadoras e personalizadas para empresas de variados portes e segmentos.

O banco contribuiu decisivamente para desenvolver a vocação capixaba com o comércio exterior, por meio dos nossos portos. Em 1970, por exemplo, o Bandes teve um papel relevante no desenvolvimento do setor portuário capixaba, por meio do Fundo de Desenvolvimento das Atividades Portuárias (Fundap).

Outro setor impactado positivamente ao longo da história do Bandes foi o turismo. Na década de 1980, o banco lançou um programa de estruturação e implantação de pequenos hotéis e pousadas no interior do Estado, iniciativa inovadora que permitiu a estruturação do turismo de norte a sul, com a criação de diversos empreendimentos. Conheça um destes empreendimentos, o Hotel Atlântico (https://www.bandes.com.br/Site/Noticias/Detail/1967/hotel-atlantico).

Desde 2016, o Bandes é um aliado da Secretaria do Meio Ambiente e de Recursos Hídricos (Seama) na execução do Programa Reflorestar (https://www.bandes.com.br/Site/Dinamico/Show/777/reflorestar). O programa tem como o objetivo promover a restauração do ciclo hidrológico, por meio da conservação e recuperação da cobertura florestal na Mata Atlântica, gerando oportunidades e renda para o produtor rural capixaba.

Ainda, o banco ampliou o apoio a projetos alinhados à agenda ESG, fortalecendo boas práticas e incentivando ações que garantam condições adequadas para o desenvolvimento atual e das gerações futuras.

Gostou do conteúdo? Leia outras matérias sobre o assunto:
Bandes alcança resultado recorde de R$ 76 milhões em 2023
R$ 150 milhões para financiamentos a projetos inovadores capixabas