Xi Jinping defende firme adesão à liderança do Partido Comunista da China


Rádio Internacional da China – Em seu discurso nesta quinta-feira (1º/7), durante a comemoração do centenário do Partido Comunista da China (PCCh), o secretário-geral do Partido, Xi Jinping, enfatizou que nos últimos cem anos esse Partido levou adiante o grande espírito fundador, construiu a genealogia espiritual dos comunistas e refinou um caráter político distinto, que deve ser sempre herdado e levado adiante.

Ele apontou que a fonte do espírito do Partido é defender a verdade e os ideais, se manter fiel à aspiração original e à missão, lutar corajosamente sem medo de sacrifícios e permanecer leal ao Partido e fiel ao povo.

O líder chinês disse ainda que os membros do PCCh, que têm o camarada Mao Zedong, o camarada Deng Xiaoping, o camarada Jiang Zemin e o camarada Hu Jintao como representantes, estabeleceram um mérito histórico para a grande revitalização da nação chinesa. Xi Jinping prestou uma alta homenagem a eles e também as lembranças profundas à velha geração de revolucionários e mártires que deram grandes contribuições para a revolução, construção e reforma da China e para o estabelecimento, consolidação e desenvolvimento do PCCh, bem como aqueles que lutaram tenazmente pela independência nacional e pela libertação do povo desde os tempos modernos.

Em nome do Comitê Central do PCCh, Xi Jinping, também prestou alta homenagem ao povo chinês, cumprimentou sinceramente os compatriotas de Hong Kong, Macau e Taiwan, e expressou sincera gratidão a todos os povos e amigos de vários países que são corteses com o povo chinês e se preocupam e apoiam a causa da revolução, construção e reforma da China.

Xi Jinping salientou que, sem o Partido Comunista da China, não haveria uma nova China e não haveria uma grande revitalização da nação chinesa. A história e o povo escolheram o PCCh e a forte liderança do Partido deve ser mantida.

Xi Jinping

Xi Jinping (Foto: Rádio Internacional da China)

Leia mais

Leia também