Xi Jinping anuncia erradicação da pobreza extrema na China


A China declarou sucesso absoluta na eliminação da pobreza extrema. O presidente Xi Jinping saudou a retirada de 850 milhões de pessoas da miséria como uma “conquista sem precedentes”.

Em um discurso em uma cerimônia em Pequim nesta quinta-feira (25) para elogiar os combatentes da pobreza, Xi Jinping disse que sua campanha contra a pobreza extrema melhorou a vida 100 milhões de pessoas nos últimos oito anos.

“Não há outro país que poderia alcançar um progresso tão notável no alívio da pobreza em tão pouco tempo”, disse ele.

O presidente da China disse também que seu país promoveu um “milagre” ao erradicar a pobreza extrema, e que a “vitória completa entraria para a história”, escreve o portal South China Morning Post.

Xi disse que todas as pessoas pobres nas áreas rurais foram tiradas da pobreza. Com isso, a China atingiu a meta da ONU de erradicação da pobreza dez anos antes do prazo de 2030, afirmou.

O país entende por pobreza extrema pessoas que ganham menos de US$ 620 por ano (R$ 3.408,95). Em seu discurso na quinta-feira (25), Xi Jinping disse que “a árdua tarefa de erradicar a pobreza extrema foi cumprida”.

O limite estabelecido pela China para definir a pobreza extrema chega a US$ 1,69 (R$ 9,29) por dia. Em comparação, o limite do Banco Mundial é de US$ 1,90 (R$ 10,45).

“De acordo com os critérios atuais, todos os 98,99 milhões da população rural e pobre foram retirados da pobreza, assim como 832 condados e 128.000 aldeias”, enfatizou o presidente da China. 

A erradicação da pobreza rural foi uma das principais campanhas de Xi Jinping desde que ele assumiu o poder, em 2012. Na cerimônia de quinta-feira, o presidente entregou medalhas às principais personalidades na luta contra a pobreza.

Xi Jinping

Xi Jinping (Foto: Xinhua)

Leia mais

Leia também