Workshops marcam ações da Fapes com pesquisadores e bolsistas em maio

Compartilhe

Os wokshops, realizados na Grande Vitória e interior do Estado, marcaram o mês de maio na Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes). Os beneficiários dos editais lançados pela Fundação tiveram a oportunidade de esclarecer dúvidas e receber orientações na execução dos projetos contratados.

Os eventos “Workshops Fapes – Orientações para Execução de Projetos e Bolsas” foram presenciais e coordenados pela diretora Administrativo-Financeira da Fapes, Lucia Araújo; e os gerentes de Gestão do Planejamento Orçamentário e Financeiro, Geanderson Costa; de Pesquisa e Difusão Científica, Edinir Fialho; e de Capacitação e Formação Científica, Letícia Zanchetta. Houve debates importantes sobre implementação de bolsas; execução técnica e financeira de projetos; prestação de contas; e dúvidas relativas a prazos.

Os cinco encontros contaram com apoio da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) nos campi Vitória, Alegre e São Mateus; e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes) campi Vila Velha e Venda Nova do Imigrante.

A diretora Administrativo-Financeira da Fapes, Lúcia Araújo, classificou o resultado dos encontros acima do esperado. “A repercussão foi positiva em toda a comunidade acadêmica. É muito importante para a Fapes voltar a promover encontros presenciais, pós-pandemia da Covid-19, e reunir toda nossa equipe técnica com os beneficiários dos editais para orientação e esclarecimento de dúvidas. Todos ganhamos com os workshops, os beneficiários, por terem um momento para eles, e nós da Fapes, por dirimir possíveis dificuldades futuras que poderíamos ter com as prestações de contas técnicas e financeiras”, afirmou.

Entre os participantes dos encontros, o destaque foi a presença de estudantes e mestres, não contemplados pelos editais da Fapes, em busca de conhecer os editais e os procedimentos antes, durante e depois de receberem apoio financeiro para os projetos.

O doutor em Genética e Melhoramento de Plantas e coordenador geral do Programa de Pesquisa da Multivix, Romário Gava Ferrão, participou do encontro, em Vitória. Para ele, a Fapes como um caso de sucesso entre as fundações de apoio à pesquisa do Brasil e revelou sua participação desde o primeiro edital.  “Tive o prazer de participar de todos os editais cabíveis a minha área de atuação: Genética e Melhoramento de Café. Foram muitos resultados positivos que auxiliaram muito o Espírito Santo a ser referência brasileira e internacional em tecnologias, sobretudo, do café conilon. Além desses recursos, treinamentos, eventos, publicações, parcerias tão importantes com os segmentos trabalhados pela Fapes, tive o prazer em participar, por um longo período, da Câmara Técnica de Ciências Agrárias”, disse Ferrão.

O pesquisador e integrante do Departamento de Agronomia da Ufes, Eduardo de Sá Mendonça esteve no workshop em Alegre. Seu projeto foi contemplado no Edital 03/2021 – Universal, que investiu R$ 7,5 milhões em projetos de pesquisa científica, tecnológica ou de inovação em todas as áreas do conhecimento. “O workshop foi muito proveitoso. Trouxe muitas informações sobre os procedimentos da Fapes e orientações quanto ao uso dos recursos financiados. Tirou várias dúvidas gerais e particulares dos participantes”, comentou Mendonça.

A pesquisadora e doutora em Veterinária, Geani Conde, coordenadora de um projeto Qualipesca, integrante do banco de pesquisa da Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), também falou sobre o workshop realizado no Ifes de Vila Velha. “Foi sensacional! Muito esclarecedor sobre os procedimentos que o pesquisador deve realizar, além do incentivo, notícias das ações e editais da Fundação. Nós só temos a agradecer a competência e maestria na forma que os servidores da Fapes realizam o trabalho. Parabéns! Recomendo que integrantes da área acadêmica e de pesquisa, contemplados ou não, participem dos eventos da Fapes e usufruam dos benefícios oferecidos em cada edital”, frisou.

No campus do Ifes de Venda Nova do Imigrante, o encontro teve a participação da pesquisadora Anna Isabel Guido Costa, coordenadora do projeto de elaboração de um programa de pesquisa e extensão para o desenvolvimento regional de agricultura, pecuária, abastecimento, aquicultura e pesca capixaba.

“Foi muito válido. É a primeira vez que sou coordenadora de um projeto contemplado pela Fapes e, às vezes, nós temos muito receio na hora do gasto do recurso e na hora da prestação de contas. Por isso, foi um encontro que esclareceu muita coisa e acabou nos encorajando. Os gestores da Fundação que estavam no evento se mostraram muito solícitos a todos nós e, com isso, saí da reunião mais tranquila”, contou Anna Costa.  

Leia também

Governo Federal lança serviço inédito de emissão de alertas de desastres em parceria com WhatsApp e Robbu

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), lançou, em parceria com o WhatsApp e...

Prefeitura constrói mais uma ponte ecológica no Rio Campo em Monte Sinai (Vermelha)

A Secretaria de Transportes e Estradas da prefeitura de Barra de São Francisco, construiu mais uma ponte ecológica...

Combate ao Aedes aegypti precisa ser mantido mesmo nos dias de inverno

  Com a chegada do inverno, que começou em 21 de junho, o número de casos de focos de dengue deve...

ES: jovem confessa que matou pai a facadas e queimou o corpo por ciúmes da namorada, diz polícia

O ciclista Doramir Monteiro Silva, de 56 anos, foi morto pelo próprio filho, segundo a Polícia Civil. O corpo...

Governo Federal lança serviço inédito de emissão de alertas de desastres

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), lançou, em parceria com o WhatsApp e...

Polícia Civil renova Termo de Cooperação Técnica para executar Projeto ‘Homem que é Homem’ em Linhares

Por Victória Meireles A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Divisão Especializada de Atendimento à Mulher...

Agente de turismo é preso por aplicar golpes com pacotes de viagens falsos

Por Brenda Corti A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Marataízes prendeu um homem de 31 anos, no...

‘É difícil, na minha idade, me ver como mãe’, diz adolescente grávida

  Taislane, grávida aos 14 anos, sentada na cama de casa em que vive com a mãe Uma menina cheia...