Webinar dá dicas de como conquistar emendas parlamentares

Foi realizado, nesta quarta-feira (26), o 8º webinar para debater as técnicas para captação de recursos. O foco deste encontro foi a obtenção de recursos públicos por meio de emendas parlamentares. O evento teve a participação da coordenadora da Rede +Brasil do Amapá, Marilene Nascimento; do secretário de Relações Governamentais em Brasília da Prefeitura de Macapá, Asiel Araújo; e da diretora do Departamento de Transferências da União no Ministério da Economia, Regina Andrade.

O debate chegou a ser acompanhado, simultaneamente, por mais de 500 pessoas – não só do Espírito Santo, mas de diversos estados brasileiros. “É uma satisfação muito grande ver que, com esse projeto, estamos conseguindo levar o conhecimento para representantes de vários estados e municípios em todo o País”, comemorou o coordenador da Rede de Líderes Públicos, Eduardo Araujo.

Em sua fala, Marilene Nascimento classificou as emendas como “boias” que podem ajudar os gestores estaduais e municipais a governar. “Os recursos, atualmente, são escassos. As emendas parlamentares são excelentes opções para que os gestores façam investimentos públicos”, comentou.

Já Asiel Araújo lembrou a importância de os representantes estaduais ou municipais manterem relações próximas com os parlamentares. “É preciso saber abordar o parlamentar, saber quais bandeiras ele defende, qual o partido dele, a qual Ministério o partido dele está ligado. Tudo isso influencia na conquista de uma emenda parlamentar”, explicou.

“Um deputado médico, por exemplo, tem tendência a destinar emendas para a área da saúde. Um professor, pode se inclinar mais para a área da educação. Pelo perfil do parlamentar, o gestor sabe o que pode pleitear”, acrescentou o representante da Prefeitura de Macapá, que ainda disse que os valores destinados a emendas parlamentares têm aumentado constantemente nos últimos anos.

Por fim, a representante do Ministério da Economia Regina Andrade ressaltou que as emendas parlamentares precisam virar política pública. “Emenda não é repartição de dinheiro. Para isso já existe o FPE, FPM… Emenda não pode pagar dívida pública, não pode pagar pessoal, mas é uma oportunidade muito boa para os gestores avançarem em políticas públicas”, destacou.

O vídeo com o debate segue disponível para os interessados no canal “Líderes – Captação de Recursos Federais” no YouTube.

“Rede de Líderes Públicos”

A “Rede de Líderes Públicos”, em recursos federais, é constituída por 150 servidores de órgãos estaduais e de prefeituras, com o objetivo de compartilhamento de experiências na área de convênios e de emendas parlamentares federais.

A iniciativa faz parte de um Acordo de Cooperação Técnica com o Ministério da Economia e de um plano do Tesouro Estadual para ampliar o recebimento de transferências voluntárias federais para o Espírito Santo.

“Nosso diagnóstico é que a elaboração de bons projetos é essencial para prefeituras e órgãos estaduais conseguirem acessar fontes de recursos federais não onerosos”, avalia o secretário de Estado da Fazenda, Rogelio Pegoretti.

Leia mais

Com expectativa de investimento bilionário, setor de gás natural no Espírito Santo se adapta à Nova Lei do Gás aprovada na Câmara

O estado do Espírito Santo já deu o primeiro passo para a modernização do seu setor de gás natural. Desde julho, uma nova concessionária...

Contabilistas pedem maior flexibilidade para o comércio veneciano durante a pandemia

O presidente da Ascon, Ednilson Zotelle, garante que os Contabilistas estão unidos em favor dos empresários...

Espírito Santo participa do 4º Encontro da Rede Brasileira de Observatórios de Turismo

A Secretaria de Turismo (Setur), por meio do Observatório do Turismo do Estado do Espírito Santo,...

Leia também

Colatina: mulher é espancada na frente dos filhos e escreve bilhete para pedir socorro

Um homem, de 25 anos, foi detido após espancar e manter a esposa presa dentro de casa, em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo....

Congresso Nacional estabelece R$15 bilhões extras para combate à pandemia

Mais R$15 bilhões de reais serão injetados na conta de estados, municípios e Distrito Federal para ajudar no combate à pandemia da Covid-19. É...

Covid-19: R$ 319 mi serão transferidos a municípios com povos e comunidades tradicionais

Por meio de portaria, o Governo Federal vai transferir cerca de R$ 319 milhões a municípios de todos os estados do país e o...

Mudanças no ensino médio são previstas pelo Inep

Neste mês foi instituída a Comissão de Assessoramento Técnico-Pedagógico para a Avaliação do Novo Ensino Médio da Diretoria de Avaliação da Educação Básica (Daeb),...