Vítimas de chacina em Vitória são identificadas

As vítimas da chacina da ilha Doutor Américo, na região de Santo Antônio, em Vitória, foram identificadas. Quatro pessoas morreram e uma ficou ferida durante ataque nesta segunda-feira (28).

De acordo com a polícia, as vítimas foram: Pablo Ricardo Lima Silva, de 21 anos, Wesley Rodrigues Souza, de 29 anos, e Yuri Carlos de Sousa Silva, 23 anos. Um homem ainda não foi identificado.

O pai de Wesley foi o primeiro familiar a chegar ao Departamento Médico Legal (DML) de Vitória para liberar o corpo do filho. Ele disse que Wesley trabalhava como rebocador de navios e tinha um barco, com o qual costumava fazer o caminho entre o bairro Santo Antônio e a ilha.

O pai contou que, ao chegar em casa, recebeu de vizinhos a informação de que amigos de Wesley foram até a casa dele e pediram que ele os levasse à ilha. De acordo com o pai, ele não tinha envolvimento com o tráfico de drogas.

O secretário estadual de Segurança Pública, coronel Ramalho, declarou ainda nesta segunda-feira (28) que o crime pode ter ligação com o tráfico de drogas.

“Pelas características apresentadas nessa situação, tudo nos leva a crer, ainda de forma preliminar, que tem uma forte ligação com o tráfico de entorpecentes. São jovens que estão nessa ilha e jovens também que vem dar o ataque. Uma situação extremamente violenta, cruel e covarde em que esses jovens são filmados antes da sua execução (…) Nos dá a entender que é uma situação relacionada com guerra do trafico de entorpecentes”, disse o secretário.

Depois dos disparos, equipes da Polícia Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram enviadas de helicóptero ao local para o resgate das vítimas.

Um vídeo exibido pela TV Gazeta mostra seis homens na ilha antes do crime. Cinco seriam atingidos pelos disparos. Um deles fugiu. O vídeo teria sido feito pelo assassino ou por um dos assassinos. A Polícia Civil investiga as imagens.

O secretário explicou que os sobreviventes serão ouvidos e os agentes estão em diligências. Ainda de acordo com Ramalho, não foram encontradas armas e drogas na ilha e informações preliminares mostram que algumas vítimas tinham antecedentes criminais.

“Apontam algumas passagens pela polícia como posse de drogas, como Lei Maria da Penha, um com tráfico de entorpecentes, mas nós não temos informações contundentes desses jovens na participação do tráfico em Vitória”, contou.

No final da noite, quatro homens foram presos pela Força Nacional em Cariacica. Eles estavam em um carro levando um jovem sequestrado no porta-malas. Segundo a polícia, o grupo seria amigo das vítimas da chacina e estava indo vingar as mortes deles.

Depois dos disparos, equipes da PM e do Samu foram enviadas de helicóptero ao local

Leia mais

Relator do Fundeb apresenta parecer no Senado sem modificar texto principal aprovado na Câmara

O senador Flávio Arns (Rede-PR), relator  da proposta de emenda à constituição que torna  o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb)...

Governo encaminha ao Congresso Projeto de Lei Orçamentária de 2021

Projeto de Lei Orçamentária Anual estima um crescimento econômico de 3,2% do PIB no ano que vem. Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil O...

Governo Federal conclui primeiro hospital de campanha para pacientes com coronavírus

Hospital atenderá pacientes do estado de Goiás e do Distrito Federal. – Foto: ...

Camarotes do Sambão do Povo vão abrigar pacientes com Covid-19 em Vitória

Em tempos de pandemia, a estrutura dos camarotes do Sambão do Povo, em Vitória, vai ser usada como um Centro de Quarentena para abrigar...

Leia também

Com briga de Abraão e Jacy, eleitores procuram adversários

A briga do ex-prefeito Abraão Lincon e do atual prefeito Jacy Donato é o principal assunto político em Água Doce do Norte nos últimos...

PB: Governo dá início a piloto de pesquisa sobre Covid-19 na capital

O governo da Paraíba deu início a uma pesquisa inédita no Brasil sobre a Covid-19. Nessa terça-feira (27), agentes comunitários da saúde (ACS) e...

São Paulo: mais de um terço dos municípios tem gasto excessivo com pessoal, aponta relatório do TCE

Mais de um terço dos municípios paulistas — 233, ao todo — apresenta gastos com pessoal acima do teto previsto pela Lei de Responsabilidade...