Vila Pavão permite abertura de postos de combustível e supermercados; atividades essenciais poderão funcionar por delivery

O Decreto Municipal que instituiu medidas duras para o enfrentamento ao coronavírus (Covid19), como o fechamento de todos os serviços, atividades, comércios e postos de combustível, baixado na última quinta-feira (25), em Vila Pavão, foi prorrogado até o dia 05 de abril.

O novo documento segue as diretrizes do Decreto do Governo Estadual.

Porém, o novo Decreto publicado na tarde desta segunda-feira (29), foi revisado pelo prefeito Uelikson Boone, o Bolinha, flexibilizando, já a partir desta terça-feira (30), o funcionamento das atividades consideradas essenciais.

Antes de tomar a decisão, Bolinha havia se reunido, virtualmente, na manhã desta segunda-feira, com o Centro de Operações Emergenciais em Saúde Pública (COE), para definir os últimos detalhes do novo documento.

No encontro, foi abordado o caso do município vizinho, Barra de São Francisco, que decretou lockdown antes de Vila Pavão. A proximidade entre as duas cidades provocou uma corrida aos postos de combustível e supermercados locais, acarretando filas de veículos e aglomeração. Como os municípios vizinhos já flexibilizaram suas medidas de restrição, o COE entendeu que o comércio da cidade não sofrerá influências e isso pesou na hora de afrouxar um pouco as restrições em Vila Pavão.

O novo decreto permitirá o funcionamento e atendimento em horário normal dos postos de abastecimento de combustível;

Supermercados, minimercados e hortifrútis, passam a funcionar a partir de quarta-feira (31), com atendimento presencial de 7h às 19h.

A farmácia em plantão poderá atender, presencialmente, das 17h às 22h. As demais, a partir de quinta-feira (01), retomam o atendimento presencial das 7h às 17h;

Atividades industriais voltam a partir de 01 de abril, de 7h às 17h.

Poderão praticar delivery

Padarias: com horários estabelecidos entre 6h e 17h, a partir desta terça-feira (30);

Lojas de artigos agropecuários e serviços de cuidados animais: das 7h às 17h, a partir desta terça-feira (30);

Lanchonetes e pizzarias: a partir de quinta-feira (01), das 17h às 22h;

Restaurantes: a partir de quinta-feira (01), das 7h às 18h;

*A Feira de Agricultura Familiar também poderá funcionar por meio de entregas (delivery), a partir de quinta-feira (01). A montagem de barracas está vedada.

Cuidados e cumprimento das medidas

Importante destacar que para o sistema de entregas (delivery), será necessário que o entregador esteja de máscara e leve consigo álcool em gel para realização da desinfecção.

Já os estabelecimentos comerciais, considerados essenciais, que realizam atendimento presencial, devem respeitar, integralmente, as restrições de fluxo e os protocolos de higiene e distanciamento social estabelecidas no Decreto.

Toque de recolher 

O Toque de recolher passa a valer entre 22h e 6h, enquanto o Decreto estiver em vigor.

Efeito das medidas 

As medidas restritivas adotadas pela Prefeitura começam a surtir efeito e, pelo que parece, foram aceitas pela grande maioria dos pavoenses. Prova disso são os atendimentos de Covid-19, que já começaram a diminuir na Unidade de Saúde do município.

Veja o decreto na íntegra – BAIXE AQUI

Leia mais

Leia também